Turismo

PF cria pré-cadastro pela internet para agilizar entrada de turistas no Brasil por fronteiras terrestres e marítimas

Nova ferramenta visa diminuir as filas na alta temporada e também pode ser usada por brasileiros que vão voltar ao país. PF já registrou mais de 4,7 milhões de entradas em 2023. Turistas estrangeiros que planejem entrar no Brasil pelas fronteiras terrestres e marítimas (em cruzeiros) têm a opção, desde a semana passada, de fazer pela internet um pré-cadastro migratório para agilizar sua chegada e evitar filas.
Brasileiros que estejam fora do país também podem preencher o pré-cadastro para acelerar o atendimento nos pontos de controle migratório na hora da entrada. O preenchimento pode ser feito até cinco dias antes da data da chegada ao país.
A medida foi implementada pela Coordenação-Geral de Polícia de Migração, da Polícia Federal, com vistas à alta temporada do turismo no Brasil, a partir de dezembro. Nessa época, longas filas de turistas costumam se formar nas fronteiras terrestres, sobretudo na região Sul, como em Uruguaiana (RS) e Foz do Iguaçu (PR).
O pré-cadastro pode ser feito pelo endereço https://www.gov.br/pt-br/servicos/pre-cadastro-migratorio, em português, espanhol ou inglês.
Após o envio dos dados — como nome, data da entrada, número do documento, país de origem —, o viajante recebe um QR Code para ser apresentado em formato impresso ou na tela do celular nos pontos de controle migratório.
O servidor da migração vai ler o QR Code e conferir o documento, sem precisar digitar os dados, o que economiza tempo. Além disso, o viajante que tiver feito o pré-cadastro poderá entrar em uma fila exclusiva, mais rápida.
5 milhões de entradas
De 1º de janeiro deste ano até terça-feira (28), a PF registrou quase 3,9 milhões de entradas no país pelas fronteiras terrestres. Já pelas fronteiras marítimas, foram 835 mil entradas no mesmo período.
A expectativa da PF é que as entradas por pontos terrestres ou marítimos cheguem a 5 milhões até o fim do ano.
Segundo o delegado da PF Marinho da Silva Rezende Junior, chefe da Coordenação-Geral de Polícia de Migração, o pré-cadastro já foi testado nos pontos de controle migratório do Rio Grande do Sul e diminuiu o tempo de espera dos viajantes em até sete vezes.
Pelo mundo
A União Europeia também prevê implantar um tipo de pré-cadastro para turistas que desejem visitar os países do bloco. O novo Sistema Europeu de Informação e Autorização de Viagens (Etias), que estava previsto para este ano, foi adiado para 2025.
A diferença do modelo europeu para o brasileiro é que, a partir de uma análise do perfil do viajante, a entrada na União Europeia poderá ser recusada previamente. O Etias vai funcionar como uma permissão online. Já o pré-cadastro brasileiro não negará nenhuma entrada previamente, segundo a PF.

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »