Economia

Governo e companhias aéreas devem anunciar programa para baratear passagens no dia 20

Após conversas com as companhias aéreas, o governo se prepara para fazer um anúncio esperado – e que está em fase final de negociação: a criação de uma “cota” de passagens mais baratas por voo.
A ideia pode ser anunciada formalmente no próximo dia 20. O plano é instituir um percentual de bilhetes por voo que não sofrerá os constantes (e pesados) reajustes de preço conforme a data da viagem se aproxima.
Hoje, é possível verificar uma grande diferença de tarifas caso o passageiro faça uma cotação das passagens e, depois, refaça a operação dali a uma semana.
O anúncio da nova lógica de preços deve ser feito pelo ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho, e pelos representantes de duas empresas aéreas.
A data escolhida, dia 20 de dezembro, coincide com o pico do movimento nos aeroportos em razão das férias escolares e da proximidade das festas de fim de ano.
Inflação sobe 0,24% em outubro puxada por nova alta de preços das passagens aéreas
Passagens mais baratas
O ministro vem conversando com as empresas aéreas há meses, e as negociações finalmente chegaram a um ponto consensual. No mês passado, o ministro já tinha anunciado o compromisso das aéreas apresentarem um plano de redução do preço das passagens.
“Fizemos uma reunião com as companhias aéreas que se comprometeram a apresentar um plano para que a gente possa buscar a redução no custo das passagens no Brasil”, afirmou a jornalistas.
Segundo os dados mais recentes da Anac, referentes a agosto, o preço médio das tarifas é de R$ 649,17.
“Sabemos que o aumento das passagens é uma questão mundial. Na Europa e nos Estados Unidos, nós tivemos aumento nas passagens aéreas. O que nós não podemos aceitar e permitir são aumentos abusivos que têm prejudicado a população brasileira”, declarou o ministro em novembro.

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »