Turismo

Conheça o hotel ‘mais fotografado do mundo’ no Canadá, que foi palco de conferência secreta durante Segunda Guerra Mundial


Conferência de Quebec reuniu líderes dos países aliados e foi fundamental no conflito ao planejar a famosa invasão de Normandia. Conheça o Chateau du Frontenac, no Canadá, palco de reunião secreta durante a 2ª Guerra
Uma conferência secreta ocorrida no hotel canadense Chateau Du Frontenac teve papel fundamental na Segunda Guerra Mundial. O Globo Repórter desta sexta-feira (8) visitou o Salão Rosa do Chateau, onde as forças aliadas planejaram a invasão da Normandia.
O episódio, conhecido como a Conferência de Quebec, ocorreu em 1943 e reuniu líderes dos países Aliados como Winston Churchill, primeiro-ministro da Inglaterra, Franklin Roosevelt, presidente dos Estados Unidos, o primeiro-ministro canadense Willian Mackenzie entre outras lideranças.
Segundo Andrée-Ann Groleau, diretora de relações públicas do hotel, os líderes se reuniram no Salão Rosa do Chateau especificamente para planejar a invasão da Normandia, episódio fundamental para o fim da Segunda Guerra Mundial. O hotel foi esvaziado e a segurança reforçada para que ninguém soubesse do que se tratava na reunião secreta. Além disso, uma distração foi criada para não gerar alarde.
“Teve um grande baile e toda a imprensa foi convidada. Abrimos as melhores garrafas de champanhe para dizer que não tinha nada com que se preocupar e que não estávamos escondendo nada”, diz Andrée.
A reunião foi um sucesso e o desembarque na Normandia estava arquitetado, só teve um detalhe: esqueceram de levar o plano!
“Eles esqueceram o plano aqui e um funcionário do hotel encontrou e devolveu ao exército”, conta Andrée.
Salão Rosa do Chateau du Frontenac recebeu reunião secreta de líderes aliados durante a Segunda Guerra Mundial, onde foi planejada a invasão à Normandia.
Reprodução/Globo Repórter
‘Monte que treme’, santuário de animais, Maple e Poutine: conheça as maravilhas do Canadá
Hotel emblemático
Pela imponência e por se parecer com um castelo, o Chateau Du Frontenac é o principal símbolo da cidade de Quebec. Todo mundo que passa na frente do hotel faz um registro, até Alfred Hitchcock, que o retratou no filme “A tortura do silêncio”. Segundo os canadenses, o Chateau é o hotel mais fotografado do mundo.
O Chateau começou a ser construído em 1892 e ganhou o nome do lendário governador-geral da colonização francesa no país: o Conde Du Frontenac. Nas paredes do hotel, a história está estampada para todos verem.
“O que vemos nas paredes é muito importante. É um lugar emblemático, então vir trabalhar aqui todos os dias é maravilhoso“, relata Andrée-Ann Groleau.
O Chateau de Frontenac é o símbolo da cidade de Quebec, no Canadá, e é o ‘hotel mais fotografado do mundo’ segundo os canadenses.
Reprodução/Globo Repórter
LEIA TAMBÉM:
Por que tanta gente ama morar no Canadá?
Entenda como estufa de maconha deixou céu do Canadá rosa durante a madrugada
Google chega a acordo com Canadá e pagará R$ 360 milhões por ano a empresas jornalísticas do país
Veja a íntegra do programa abaixo:
Edição de 08/12/2023
Confira as reportagens do programa:

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »