Brasil

Influenciador fitness Renato Cariani é alvo da Polícia Federal em operação contra o tráfico de drogas

A Polícia Federal de São Paulo (PF) realizou uma operação nesta terça-feira, 12, para desmantelar um esquema de desvio de produtos químicos utilizados na produção de cocaína e crack. O influenciador fitness Renato Cariani, de 47 anos, é suspeito de envolvimento no caso. O nome do influenciador foi citado na investigação da corporação. Durante a ação, foram encontradas grandes quantidades de substâncias como fenacetina, acetona, éter etílico, ácido clorídrico, manitol e acetato de etila, o suficiente para produzir mais de 19 toneladas de entorpecentes prontos para consumo. Cariani é professor de química e educação física, atleta profissional, empresário, youtuber e influenciador digital, com mais de 7 milhões de seguidores nas redes sociais. Além disso, ele é sócio da empresa Anidrol Química, localizada em Diadema, na Grande São Paulo. A operação mobilizou mais de 70 agentes, que cumpriram 18 mandados de busca e apreensão em diversas cidades, como São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo, Ribeirão Preto, Diadema, Praia Grande, Guarujá, Curitiba e Rubim (MG). Também foram identificados endereços relacionados ao esquema no Paraná. As investigações revelaram que a organização criminosa realizava mais de 60 transações ilícitas. Além do desvio de produtos químicos, o esquema envolvia a emissão de notas fiscais falsas para a venda desses produtos em São Paulo, utilizando contas de terceiros e depósitos em dinheiro. Os envolvidos também utilizavam empresas de fachada para ocultar a origem ilícita dos valores recebidos. Os suspeitos serão indiciados por tráfico de drogas, associação para fins de tráfico de drogas e lavagem de dinheiro. As penas combinadas podem chegar a mais de 35 anos de prisão, porém, a legislação brasileira limita a pena máxima a 30 anos. Até o momento, a assessoria de imprensa de Cariani não conseguiu contato com o influenciador para comentar o caso. O site da Jovem Pan entrou em contato com a empresa do influenciador para que ele se manifestasse sobre o caso. Além disso, o procurou nas redes sociais e tenta contato com sua defesa.

 

 

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »