Brasil

Dias Toffoli suspende multa de R$ 10,3 bilhões de acordo de leniência da J&F

O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), suspendeu nesta quarta-feira, 20, a multa de R$ 10,3 bilhões do acordo de leniência do grupo J&F firmado com o Ministério Público (MP) em 2017. A decisão foi tomada após os advogados do grupo informarem que o valor já foi repactuado para R$ 3,5 bilhões. A J&F solicitou a suspensão de todas as obrigações pecuniárias decorrentes do acordo fechado com o Ministério Público Federal (MPF) enquanto analisa os documentos da Operação Spoofing, que resultou na prisão dos hackers da Lava Jato.

Além de suspender a multa, Toffoli autorizou o compartilhamento de todo o material colhido. Essa decisão permitirá que a J&F utilize as informações para pedir a revisão da leniência. O ministro também deu sinal verde para que o grupo negocie com a Controladoria-Geral da União (CGU) a reavaliação dos anexos do acordo. O acordo assinado em 2017 previa o pagamento de R$ 10,3 bilhões ao longo de 25 anos para encerrar investigações das operações Greenfield, Sepsis, Cui Bono, Bullish e Carne Fraca. A decisão de Toffoli em relação à multa do grupo se soma à outra decisão do ministro que anulou provas do acordo de leniência da Odebrecht. Ambas as leniências estão entre as maiores assinadas com o MPF.

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »