Mundo

8 policiais são feridos e 38 manifestantes são presos após protesto contra o resultado das eleições na Sérvia


Oposição e órgãos internacionais que prezam pela proteção da democracia acusam partido governista de comprar votos. Sérvia: Manifestantes depredam prefeitura de Belgrado em protesto contra resultado eleitoral
8 policiais ficaram feridos e 38 manifestantes foram presos nesta segunda-feira (25) após milhares de pessoas se reunirem no centro de Belgrado para exigir a anulação das eleições parlamentares e locais realizadas há uma semana.
No domingo, a polícia disparou spray de pimenta depois que uma multidão tentou invadir a prefeitura de Belgrado, onde fica a sede da comissão eleitoral local. Alguns dos manifestantes escalaram o prédio e quebraram janelas. Alguns atiraram pedras nas janelas, quebrando vidros.
Ivica Ivkovic, chefe da administração da polícia, disse que dois dos oito policiais feridos sofreram lesões graves.
“Continuaremos a trabalhar para manter a paz e a ordem e esperamos ver mais prisões relacionadas aos protestos da noite passada”, disse Ivkovic em entrevista.
O populista Partido Progressista Sérvio (SNS) obteve 46,72% dos votos nas eleições parlamentares antecipadas no fim de semana passado, no entanto, organizações internacionais disseram que a votação foi influenciada pelo Presidente Aleksandar Vucic e por irregularidades eleitorais, como a compra de votos.
O SNS negou a fraude eleitoral e descreveu as eleições como justas.
A aliança de oposição de centro-esquerda Sérvia Contra a Violência ficou em segundo lugar nas eleições com 23,56% dos votos, e o Partido Socialista da Sérvia em terceiro com 6,56%.
Manifestante tenta quebrar porta da prefeitura de Belgrado enquanto policiais fazem barricada no interior do prédio em 24 de dezembro de 2023
Marko Djurica/REUTERS
Srdjan Milivojevic e Vladimir Obradovic, da coalizão Sérvia Contra a Violência, tentaram abrir a porta da prefeitura, mas não conseguiram entrar, enquanto a multidão gritava “entre, entre” e “não se renda”.
A Sérvia Contra a Violência disse quinta-feira numa carta enviada às instituições, autoridades e países membros da União Europeia que não reconheceria o resultado das eleições. A aliança apelou à UE para fazer o mesmo e iniciar uma investigação sobre os resultados.
O alto funcionário da polícia, Ivica Ivkovic, disse aos repórteres que os detidos enfrentarão acusações de incitação à mudança violenta da ordem constitucional – em referência à tentativa de derrubar o governo – e comportamento violento. Ele acrescentou que oito policiais ficaram feridos, vários deles gravemente.
Policiais reagem fisicamente contra manifestante no centro de Belgrado, na Sérvia, em 24 de dezembro de 2023
Darko Vojinovic/Associated Press

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »