Brasil

Polícia investiga morte de quatro jovens dentro de carro de luxo em Santa Catarina

Quatro jovens foram encontrados mortos dentro de um veículo BMW em Balneário Camboriú, no Litoral Norte de Santa Catarina, nesta segunda-feira, 1º. A polícia informou que as vítimas foram intoxicadas por monóxido de carbono, um gás que pode matar rapidamente qualquer ser humano. Segundo o delegado Bruno Effori, os jovens ficaram cerca de quatro horas dentro do carro com o ar-condicionado ligado. O Corpo de Bombeiros encontrou os corpos pela manhã. De acordo com informações preliminares da polícia, uma falha mecânica na BMW/320I M Sport, fabricada em 2022, teria permitido a entrada de monóxido de carbono no veículo, causando a morte do grupo. A professora Tatiana Saint-Pierre, do Departamento de Química do Centro Técnico-Científico (CTC) da PUC-Rio, explicou que, durante a combustão incompleta, a pessoa desmaia primeiro devido ao gás carbônico e depois morre por causa do monóxido de carbono. Ela ressaltou a importância de submeter uma pessoa encontrada desmaiada nessas circunstâncias à oxigenação imediata, mesmo que ela sobreviva, pois podem ocorrer sequelas.

Saint-Pierre também explicou que um dos primeiros sinais da combustão incompleta é a presença de gás carbônico. Antes de gerar monóxido de carbono, a falta de oxigênio no ambiente causa um excesso de gás carbônico, que pode causar sintomas como dor de cabeça, dificuldade para respirar, tonturas e desmaio se inalado em grandes quantidades. A falta de ventilação adequada em um ambiente confinado pode levar à combustão incompleta, na qual todo o oxigênio é consumido e o monóxido de carbono é produzido. A família do proprietário do veículo informou à polícia que o carro havia passado por uma customização recente no sistema de escapamento. As autoridades estão investigando se isso tem relação com o vazamento de monóxido de carbono. As vítimas eram naturais de Paracatu, em Minas Gerais, mas estavam morando na Grande Florianópolis há um mês. A identidade das vítimas ainda não foi divulgada. Uma mulher sobreviveu, sendo a que passou menos tempo dentro do carro. Quando os bombeiros chegaram, as vítimas já haviam sido retiradas do veículo e estavam recebendo atendimento de reanimação no chão. Após 40 minutos de tentativas de reanimação, a equipe médica do Samu declarou a morte do grupo.

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »