Brasil

Chuvas intensas devem causar transtornos no Sul e Sudeste nesta sexta-feira

Algumas regiões do Brasil serão atingidas por chuvas intensas, nesta sexta-feira, 5. No Sul, devido à circulação de ventos úmidos vindos do mar contra a costa, alguns lugares sofrerão com fortes tempestades. Nas áreas costeiras, desde o litoral norte do Rio Grande do Sul até o Paraná, há possibilidade de chuvas com volumes elevados, o que pode causar transtornos. Por outro lado, na metade oeste dos três estados, o tempo será firme, com sol entre nuvens e aumento das temperaturas. No Sudeste, as pancadas persistem em grande parte da região, com risco de transtornos e prejuízos. O alerta é válido para a metade norte de Minas Gerais, norte do Rio de Janeiro e Espírito Santo. Isso ocorre devido a um corredor de umidade associado à Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS), que recebe o suporte de uma frente fria subtropical com seu ciclone no oceano Atlântico. São esperados volumes acima de 100 mm, aumentando o risco de alagamentos e erosão. Já no oeste de São Paulo, o tempo firme retorna com a aproximação de uma massa de ar seco.

Outras regiões do Brasil

No centro do país, as pancadas de chuva persistem devido a instabilidades, como uma área de baixa pressão atmosférica, um cavado e o corredor de umidade associado à ZACS. São esperados volumes acima de 100 mm entre Mato Grosso, Goiás e Distrito Federal, o que pode causar transtornos como alagamentos e erosão do solo. Por outro lado, o tempo firme volta a predominar em grande parte de Mato Grosso do Sul devido à chegada de uma massa de ar seco, que inibe a formação de instabilidades. No Nordeste, a chuva volta a ganhar intensidade em algumas áreas devido à aproximação de uma frente fria subtropical, que contribui para o corredor de umidade associado à ZCAS. São esperados volumes de chuva acima de 50 mm em grande parte da Bahia, com possibilidade de alagamentos. Enquanto isso, a chance de chuva é menor e o tempo firme predomina na faixa norte da região, desde o centro do Maranhão até o litoral de Sergipe até o Rio Grande do Norte. Por fim, na região Norte, são esperadas pancadas de chuva em grande parte do território devido a instabilidades tropicais e ao corredor de umidade associado à ZCAS. As chuvas serão intensas no sul de Rondônia, sudeste do Amazonas, sul do Pará e em grande parte do Tocantins, com potencial para transtornos como alagamentos e erosão, com volumes que podem variar entre 50 e 120 mm. A chance de chuva é menor em Roraima.

 

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »