Guarujá

Bolsa de grávida estoura e bebê quase nasce em ponte no litoral de SP; VÍDEO


Sargento do exército e pai do bebê pediu ajuda a policiais na entrada da Ponte Pênsil para abrir caminho de São Vicente a Santos (SP). Bolsa estoura e bebê quase nasce dentro de carro de aplicativo em ponte
Por pouco, uma moradora de São Vicente, no litoral de São Paulo, não deu à luz em um carro de aplicativo na entrada da Ponte Pênsil. Com a bolsa já estourada, a agente de viagem Brenda Aniceto recebeu ajuda do marido, sargento do exército. Ele pilotava uma moto e abria caminho para o automóvel com a esposa passar. (assista acima).
✅ Clique aqui para seguir o novo canal do g1 Santos no WhatsApp.
As contrações começaram por volta de 4h30, se intensificaram e o casal decidiu partir para o Hospital Ana Costa, em Santos. O trajeto até a unidade de saúde reservou fortes emoções aos dois, que ainda contaram com a ajuda de agentes de trânsito para garantir um nascimento seguro à pequena Sara, às 6h22.
Wildson Leandro Aniceto, de 38 anos, explicou que a bolsa da esposa, de 32, estourou ainda em casa. O sargento arrumou a mochila da bebê às pressas e chamou o vizinho, que não respondeu.
A saída foi chamar um carro por aplicativo, onde Brenda foi acompanhada pela filha mais velha do casal, de 15 anos. O marido, de motocicleta, atuava para facilitar a passagem do veículo.
“Ela achou que ia nascer no carro. Falou que o motorista estava até meio assustado, porque não falou nada daqui até lá”, disse, em conversa com o g1.
Bebê nasceu no hospital Ana Costa, em Santos (SP)
Arquivo pessoal
Os soldados da PM Huswell Apolinário e Luiz Ricardo Conceição estavam de plantão em um posto próximo à Ponte Pênsil. Wildson os abordou para dizer que a esposa estava em trabalho de parto e, prontamente, foi ajudado.
A viatura já estava de saída, mas com as sirenes ligadas abriu espaço para que a família passasse e chegasse mais rápido e em segurança à unidade.
“Nós estávamos chegando na ponte quando encontramos os soldados. Aí eles pediram pra cortar todos os carros que estavam parados para entrar na Ponte Pênsil”, contou.
‘Apressadinha’, Sara quase nasceu em carro de aplicativo na Ponte Pênsil entre São Vicente e Santos
Arquivo pessoal
Nas imagens obtidas pelo g1, o soldado Apolinário aparece conduzindo a gestante em uma cadeira de rodas até o quarto. A história teve final feliz: a pequena Sara nasceu aproximadamente meia hora após os PMs voltarem para o quartel, com 45 cm e 2,3 kg. “Foi de Deus, mesmo”, disse Wildson.
“Se não fossem eles, a bebê tinha nascido no meio do caminho. Foi só o tempo de ela entrar, a obstetra viu a dilatação, e ela já foi para a sala de parto. Só deu tempo de terminar de colocar o avental, quase que o bebê cai”.
Ao g1, o soldado Apolinário recordou o desenrolar da história e se mostrou contente com a chance de ajudar o casal.
“Como estávamos no término do serviço e não sabia se ia demorar, acabamos optando por voltar para o batalhão. Trinta minutos depois, ele mandou foto da criança. Graças a Deus nasceu saudável”, celebrou.
VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »