Geral

Dorival Júnior aceita convite da CBF e trocará São Paulo pela seleção brasileira

A seleção brasileira terá um novo treinador. Dorival Junior aceitou o convite para assumir o cargo e está disposto a correr o risco. Após receber a confirmação de que o presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), Ednaldo Rodrigues, tem o respaldo da Fifa e da Conmebol para continuar no cargo, o treinador decidiu aceitar o desafio. Além disso, foi informado que seu contrato irá até a Copa do Mundo de 2026, marcada para acontecer nos Estados Unidos, México e Canadá. Para liberar o profissional, o Tricolor receberá uma multa de cerca de R$ 3 milhões da entidade. As informações foram confirmadas pelo jornalista Flavio Prado, do Grupo Jovem Pan, neste domingo, 7.  Com a saída de Dorival, o presidente são-paulino Julio Casares já está se movimentando para encontrar um substituto. O nome mais comentado no Morumbi é o de Juan Pablo Vojvoda, técnico do Fortaleza. A excelente performance do argentino no clube cearense e sua personalidade firme conquistaram a atenção de Casares, que já está se informando sobre a possibilidade de tê-lo como treinador. A multa contratual de Vojvoda é de 1,5 milhão de dólares (aproximadamente R$ 7,3 milhões).

cta_logo_jp
Siga o canal da Jovem Pan Esportes e receba as principais notícias no seu WhatsApp!

Vojvoda decidiu estabelecer uma multa “baixa” em seu contrato com o Fortaleza para ter a liberdade de sair caso considerasse melhor para sua carreira. Após três temporadas de ótimo desempenho e recusando propostas de clubes como Corinthians, Atlético Mineiro e Athletico, o argentino sente que o São Paulo possui a estrutura, elenco e força política que ele deseja. As negociações foram atrasadas devido à triste morte de Zagallo, mas a expectativa é que até quarta-feira Dorival Junior seja anunciado oficialmente como treinador da seleção brasileira.

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »