Geral

Cachorros viram ‘servidores públicos’ e ganham crachás em Guarujá, SP


Coreana, Rafael, Raposinha e Scooby fazem parte do dia a dia do Complexo Administrativo e Operacional. Raposinha com o funcionário Carlos, dentro da sala do Complexo, em Guarujá
Hygor Abreu/ Prefeitura de Guarujá
Quatro servidores, um pouco diferentes do convencional, mas cheios de amor fazem parte da equipe da Prefeitura de Guarujá, no litoral de São Paulo. Os quatro cachorrinhos chegaram aos poucos no Complexo Administrativo e Operacional e foram conquistando o coração dos funcionários. Eles ganharam até crachás de identificação, como todos os servidores, um pequeno gesto como forma retribuir o carinho que eles distribuem diariamente.
A mais antiga do grupo é a cachorra da raça Collie, a Coreana, como foi carinhosamente apelidada por seus olhos serem puxados. Ela chegou ainda pequena na garagem do Complexo Administrativo e Operacional, em Vicente de Carvalho, e já vive no espaço há cerca de 10 anos.
Já Rafael, um simpático vira-lata, também está lá há quase sete anos. Scooby, o vira-lata caramelo representa o verdadeiro significado da atenção e carinho que a equipe possui pelos cachorros. Ele vive na garagem do local há cerca de quatro anos.
Rafael, um simpático vira-lata, está há quase sete anos no Complexo Administrativo e Operacional de Guarujá
Hygor Abreu/Prefeitura de Guarujá
O Trio Ternura, como são conhecidos, chegaram aos poucos na garagem do local. A diferença deles é que se tornam essenciais para o dia a dia de quem trabalha lá, sendo conhecidos como “controladores de acesso”. Os três ficam na parte externa do Complexo e se dividem entre as oficinas mecânicas, garagens e almoxarifados e até ajudam os seguranças noturnos.
“A gente se divide para arcar com os gastos, compramos ração, remédios, levamos para tomar todas as vacinas e ficamos de olho caso algum deles esteja precisando de algum cuidado especial. Os três possuem cama na área externa, mas quase sempre dormem na guarita junto com o guarda noturno responsável”, explica Carlos José dos Santos, funcionário do local há 22 anos e um dos responsáveis pelo cuidado com os bichinhos.
Vídeo mostra cachorro fazendo fisioterapia em Guarujá (SP)
Em abril do ano passado, Scooby ficou entre a vida e a morte. Diagnosticado com botulismo, uma doença que afeta o funcionamento dos músculos, ele lutou para sobreviver.
Os funcionários se uniram com os gastos do tratamento, que envolveu remédios, fisioterapia e até hidroginástica (veja o vídeo acima) para que o animal pudesse voltar a andar. Hoje, com os cuidados e amor que teve a sorte de receber, está recuperado e é um cachorro saudável.
Vira-lata caramelo, Raposinha, junto com o vigia Julio, em Guarujá
Hygor Abreu/ Prefeitura de Guarujá
Em 2023, outra cadelinha se uniu ao grupo. A vira-lata caramelo, Raposinha, é única que não vive no local e tem dona. Ela chega todos os dias às 7h da manhã na garagem e no fim do dia, após acompanhar os funcionários até o ponto de ônibus, retorna para casa.
“Ela fica grande parte do tempo no setor administrativo, senta na cadeira e faz a alegria de todos. Chega cedo todos os dias e vai embora ao final do expediente, às 17h”, destaca Carlos.
Crachás
Com a chegada de Raposinha, os funcionários tiveram a ideia de colocar crachás de identificação nos companheiros de quatro patas e torná-los oficialmente parte da equipe.
“A ideia começou como uma brincadeira e foi muito bem aceita. Foi um gesto para tentar retribuir todo o amor que eles nos dão, eles só nos trazem felicidade”, explica Ana Luiza Cavalcante Silva, estagiária responsável pela confecção dos crachás dos pets.
“Foram eles que adotaram a gente, e isso é só uma forma de tentar retribuir a companhia que eles nos fazem. Criamos um verdadeiro vínculo, esses quatro são só amor”, finaliza Carlos.
Cachorra da raça Collie, a Coreana, foi a primeira a chegar no Complexo Administrativo e Operacional, em Guarujá
Hygor Abreu/Prefeitura de Guarujá
VÍDEOS: g1 em 1 minuto Santos
G1 em 1 minuto – Santos: Obras do VLT interditam novos trechos no Centro de Santos

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »