Guarujá

Mulher paga conta de luz triplicada e descobre que houve erro de digitação; entenda


Havia duas medições diferentes referentes ao mesmo mês. Moradora de Santos (SP) exige explicações da Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL) Piratininga. Moradora de Santos (SP) paga conta de luz triplicada e percebe erro de digitação
Arquivo Pessoal
Uma moradora de Santos, no litoral de São Paulo, pagou o valor da conta de luz triplicado e descobriu, somente depois, que houve um erro de digitação na fatura. Havia duas medições diferentes referentes ao mesmo mês. A jornalista Amanda Barbieri, de 40 anos, explicou ao g1 que foi ressarcida pela Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL) Piratininga, mas a falha persistiu e ela ainda tenta explicações da empresa.
✅Clique aqui para seguir o canal do g1 Santos no WhatsApp.
Há 10 anos no mesmo apartamento, a jornalista explicou que sempre pagou entre R$ 100 a R$ 150 na conta de luz, mesmo em época de calor, quando o consumo do ar-condicionado costuma aumentar. Em dezembro, o valor da fatura referente a novembro foi de R$ 306,76, o que causou estranheza à moradora.
Amanda percebeu que os equipamentos de mediação registraram 133 kWh [Quilowatt-hora], a medida que quantifica a energia elétrica consumida. Mas, no histórico de consumo referente ao mesmo mês estava 333 kWh, fazendo com que a conta viesse mais cara do que o normal.
A jornalista preferiu pagar a conta para não ter a luz cortada. Em seguida, ligou nos canais de atendimento da CPFL para uma explicação. De acordo com ela, um atendente reconheceu que teria sido um erro de digitação. Porém, como a conta estava paga, ele alegou que a cliente poderia tentar resolver o problema pessoalmente em uma agência da empresa.
Depois de cobrar a CPFL novamente, Amanda disse que seis funcionários da empresa foram fazer testes no relógio medidor. Segundo ela, eles afirmaram que o equipamento estava funcionando normalmente e também constataram que o erro seria de digitação.
A conta do mês seguinte veio zerada para ressarcir o valor pago na conta errada. Mas, o número das medições continuou diferente. Desta vez, o histórico de consumo referente ao mês de dezembro veio em 233 kWh.
Conta zerada para ressarcir o valor continuou errada
Arquivo Pessoal
Sem explicações
Amanda disse que a CPFL marcou uma reunião para falar sobre a diferença entre os números, mas cancelaram minutos antes do horário confirmado. Ela afirmou que só quer explicações para entender qual é o número correto e ter certeza que não será prejudicada nas próximas faturas.
“A impressão que fica é que eles digitam qualquer coisa […] O que me preocupa é quantas vezes eles fazem isso e com quantas pessoas? Isso é extremamente grave”, finalizou.
CPFL
Questionada pela reportagem, a CPFL não respondeu sobre o erro na fatura. Em nota, empresa disse que, em caso de dúvidas sobre contas de energia, os clientes devem procurar os canais de atendimento da empresa.
A CPFL atende pelo WhatsApp (19) 99908-8888; SMS 27304 ou Call Center 0800 010 2570 (ligação gratuita). Para atendimento presencial em Santos (SP), a agência fica na Avenida Dr. Pedro Lessa, 2682, no bairro Embaré.
VÍDEOS: g1 em 1 minuto Santos

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »