Guarujá

Operação de Fiscalização retira 38 equipamentos de som da faixa de areia

Em uma semana, equipe composta de guardas municipais, fiscais e policiais militares em Atividade Delegada também realizou 10 apreensões de equipamentos

A primeira semana de apreensão de equipamentos de som na faixa de areia das praias de Guarujá demonstra a efetividade da ação coordenada pela Secretaria Municipal de Defesa e Convivência Social (Sedecon). O balanço no período de 8 a 16 de janeiro registrou 484 orientações sobre a proibição do som, 38 aparelhos retirados das praias e 10 apreensões realizadas pelas equipes de fiscalização. Mas, principalmente, tem sido observado pelas equipes nas ruas o respeito à regra e a conscientização da população.

Todos os dias, 80 guardas civis municipais, policiais militares em Atividade Delegada (quando, em dias de folga, os agentes voluntários atuam com a hora paga pelo Município) e fiscais integram a Operação Especial de Verão de Fiscalização 2024. As equipes percorrem as seis principais praias de Guarujá distribuindo material informativo e fiscalizando o cumprimento do Código Municipal de Posturas, que prevê as regras de praia.

Para a titular da Sedecon, a lei é bastante clara e será cumprida com rigor a fim de garantir que a praia seja contemplada por todos. “A orientação é que os equipamentos de som não devem estar na faixa de areia, mesmo que desligados. Por esse motivo, alertamos que aparelhos de pequeno porte não podem inclusive estar à vista. Já no caso dos equipamentos maiores, eles devem ser levados embora da praia. No caso de reincidência ou não cumprimento, haverá a apreensão”, explica, ressaltando que a operação seguirá até o Carnaval.

A professora de dança Lucimayre Elizandra da Costa Araújo Dias, de 47 anos, garante que voltará a usufruir da praia com a família após a efetividade da nova medida. “Tenho um filho autista severo e, para ele, o som na praia é uma agressão. Pode ser algo muito simples para muitas pessoas, mas não podemos frequentar a praia nesta época, pois ele é muito sensível e fica bastante agitado e incomodado. É uma conquista muito grande não só para ele, mas para todos”, diz a moradora de Vicente de Carvalho.

Denúncias

Durante os trabalhos, que seguem das 10 às 17 horas, as equipes também contam com reforço em terra, caso seja necessário. A Central 153, telefone da GCM para queixas e denúncias, recebia, nos primeiros dias da nova medida, em média, 20 chamados por hora relacionados às denúncias de som, sendo o horário de pico das 13 às 14 horas.

Confira o que não é permitido nas praias de Guarujá:

  • Animais

Proibido o acesso na faixa de areia

  • Caixas de som

Proibido equipamento de som de qualquer tipo, inclusive desligado

  • Tendas

Proibida a instalação de tendas, barracas ou similares

  • Churrasco

Proibido churrasqueiras e similares

  • Bicicletas

Proibido o estacionamento e o trânsito na faixa de areia

The post Operação de Fiscalização retira 38 equipamentos de som da faixa de areia first appeared on Prefeitura Municipal de Guarujá.

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »