Tecnologia

Baixa demanda: Ford anuncia corte na produção da F-150 Lightning 

A Ford anunciou, na sexta-feira (19), que irá diminuir a produção da F-150 Lightning devido à baixa demanda pela picape elétrica, reflexo do declínio por elétricos nos EUA. Conforme divulgado pelo Engadget, a partir de 1º de abril, a fábrica de Michigan, onde o EV é construído, terá apenas um turno de produção dedicado a picape — a transição afetará cerca de 1.400 funcionários, que serão realocados, segundo a fabricante. 

O que você precisa saber: 

  • Focando agora em veículos a gasolina, a Ford disse que uma parte dos funcionários que seriam dispensados serão realocados em uma nova equipe dedicada aos veículos utilitários esportivos Bronco e Bronco Raptor, e nas picapes Ranger e Ranger Raptor; 
  • O restante dos trabalhadores envolvidos na F-150 Lightning serão transferidos para diferentes funções na fábrica ou em outras instalações da Ford na região de Michigan; 
  • Eles também terão a opção de deixar a empresa, se assim preferirem; 
  • A Ford não deu detalhes sobre o quanto a mudança reduziria a produção da F-150 Lightning, no entanto, conforme o ritmo da montadora por turno, a união dos dois blocos de produção deve reduzir a fabricação pela metade. 

Leia mais! 

A Ford está reduzindo a produção da F-150 Lightning, a picape elétrica mais vendida nos EUA, para alcançar o equilíbrio ideal entre produção, crescimento de vendas e lucratividade. A Ford espera um crescimento contínuo nas vendas globais de veículos elétricos em 2024, embora menos do que o previsto, e está se preparando para lançar elétricos da próxima geração. 

Ford em comunicado.

A notícia de corte na produção da Ford confirma os relatórios da Bloomberg e CNBC, que anteciparam no ano passado que, diante do cenário de declínio de elétricos, a fabricante cortaria pela metade a produção da F-150 Lightning. Conforme documentos, a Ford planejou uma redução de 3.200 unidades por semana para 1.600. 

Vale lembrar que as vendas da picape elétrica aumentaram 55% no ano passado, mas ante a capacidade da fábrica (que se equipou para produzir 150 mil unidades por ano) e a relativa queda na procura observada em todo mercado de elétricos, as vendas não supriram o investimento. 

Essa, inclusive, não é a primeira vez que a Ford decide reduzir a produção de um elétrico. Em novembro, por exemplo, ela também cortou a produção do Mustang Mach-E.

De acordo com previsão da montadora, as vendas de EVs devem continuar a crescer globalmente este ano, mas a uma taxa inferior ao previsto anteriormente. 

O post Baixa demanda: Ford anuncia corte na produção da F-150 Lightning  apareceu primeiro em Olhar Digital.

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »