Geral

Governo de SP e Ecovias estudam a construção de terceira pista na Imigrantes

O governo de São Paulo estuda construir uma 3 pista na Imigrantes para elevar a capacidade de ligação entre a Baixada Santista e o Planalto. A Ecovias, empresa que administra as rodovias, já elabora estudos de tráfegos, avaliações topográficas, investigações geológicas, assim como levantamentos dos impactos ambientais, e o prazo de conclusão é de 24 meses, prorrogáveis por mais 12 meses, contudo a expectativa é que o projeto seja apresentado antos do prazo final. Em entrevista à Jovem Pan News, o secretário de turismo do Estado, Roberto de Lucena, diz que a obra é crucial para a logística. “É fundamental até porque se nós não fizermos isso, chegaríamos a um colapso desse sistema. Isso é fundamenta não apenas para o turismo, como para o morador da Baixada Santista”. Os prefeitos das cidades que cruzam a Imigrantes entendem que não se pode mais perder tempo e é preciso agilizar a construção da terceira pista. A percepção é de que o projeto tem que sair o mais rápido possível do papel, mas sem deixar de lado o plano para desembocadora na Baixada.

cta_logo_jp
Siga o canal da Jovem Pan News e receba as principais notícias no seu WhatsApp!

“A Prefeitura de Santos tem um proposta que é um outro túnel que facilitaria a chegada de veículos apenas urbanos em Santos. Hoje, os veículos urbanos que usam o sistema Imigrantes, quendo chegam em Cubatão, tem que fazer a interligação indo pela Anchieta, que é a principal entrada de Santos”, contou o prefeito de Santos, Rogério Santos, à Jovem Pan News. “Se você fizer esse túnel central, evita essa saída da Imigrantes para Anchieta, divide automóveis com os caminhões dos portos, e aí você segrega os dois tipos de automóveis com suas funcionalidades e torna o sistema mais seguro e com mais fluidez”, explica Santos o projeto para a cidade.

Valter Suman, prefeito do Guarujá, indica a necessidade da ampliação. “Somos testemunhas do que tem acontecido tanto no chegada como na saída da cidade. Somos uma região turística, com forte poder turístico, e também portuária e retro portuária. A ampliação tem que ser colocada em prática. Existem as questões ambientais a serem superadas, mas não há dúvidas que é necessário e já devia ter sido anunciada”, fala o prefeito sobre a proposta do governo de São Paulo. Ademário oliveira, prefeito de Cubatão, também apoia da construção de uma terceira pista, mas fala sobre a necessidade de ser bem planejada para não haver saturação.

“É preciso discutir todos os binários que se conectam a cidade, Cubatão em específico, a parte urbana e também o poló industrial, e não ocorra o que aconteceu na entrada de Santos”, fala. “Temos que discutir com muitas audiências públicas, com participação dos prefeitos que vão ter suas vidas afetadas, para que a pista três seja bem recepcionada”. O ex-prefeito de São Paulo, João Doria, avalia que a terceira pista contribui não só para o comércio exterior como o turismo. “Anchieta imigrantes está praticamente ou no meu limite. É necessário mais uma alça para facilitar o escoamento não só da produção brasileira, mas importações e o movimento do turismo, já que a Baixada Santista é o principal destinos dos brasileiros de São Paulo”.

*Com informações do repórter Daniel Lian

 

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »