Brasil

Marinha do Brasil investiga possível vazamento de petróleo próximo à costa do Amapá

A Marinha do Brasil está investigando um possível vazamento de petróleo a 438 km da costa do Amapá. A instituição recebeu um ofício do Ibama solicitando análise sobre a presença de embarcações na área onde teria ocorrido o vazamento. Segundo a Marinha, todas as informações e denúncias sobre poluição ambiental são investigadas em colaboração com outros órgãos competentes. O documento do Ibama foi elaborado na última sexta-feira e pede que a Marinha verifique a presença de embarcações na área do suposto vazamento.

cta_logo_jp
Siga o canal da Jovem Pan News e receba as principais notícias no seu WhatsApp!

A Marinha informou que fiscaliza e ordena o tráfego aquaviário nas águas interiores e jurisdicionais brasileiras para garantir a segurança da navegação, a proteção da vida humana no mar e a prevenção da poluição ambiental causada por embarcações. O alerta sobre o possível vazamento de petróleo foi feito pelo instituto Arayara, uma ONG que atua contra combustíveis fósseis. O instituto utilizou imagens de satélite processadas por um sistema de monitoramento da organização Skytruth para identificar a mancha de petróleo. Segundo o sistema utilizado, há 70% de chance de que seja uma mancha de petróleo. A proximidade da área do suposto vazamento com o bloco 59, onde a Petrobras e o governo Lula pretendem fazer prospecção de petróleo em 2024, também é destacada. O Ibama negou licença para o empreendimento em maio de 2023 e a estatal está recorrendo da decisão.

*Reportagem produzida com auxílio de IA

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »