Brasil

Sete pessoas se tornam réus no caso de sequestro de Marcelinho Carioca

Sete suspeitos de envolvimento no sequestro do ex-jogador de futebol Marcelinho Carioca se tornaram réus nesta terça-feira, 6, após decisão da Justiça de São Paulo. O crime ocorreu em 17 de dezembro de 2023, quando Marcelinho foi abordado após assistir a um show na Neo Química Arena, em São Paulo, e retornava para sua casa, localizada em Arujá. Até o momento, quatro suspeitos foram detidos, enquanto outros três, incluindo uma mulher, estão sendo procurados pelas autoridades policiais. O ex-jogador foi sequestrado enquanto se dirigia ao encontro de uma amiga chamada Taís, a quem entregaria ingressos para um show.

cta_logo_jp
Siga o canal da Jovem Pan News e receba as principais notícias no seu WhatsApp!

Ele foi mantido em cativeiro em uma residência em Itaquaquecetuba, na região metropolitana de São Paulo, onde também foi encontrado seu veículo. Durante o período em que esteve em poder dos sequestradores, Marcelinho foi coagido a gravar um vídeo no qual afirmava ter se envolvido com uma mulher casada e que o marido dela havia descoberto o relacionamento, buscando vingança por meio do sequestro. O delegado responsável pelo caso informou que R$ 40 mil foram sacados da conta do ex-jogador.

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »