Tecnologia

Efeito BYD? Kwid E-Tech é o primeiro elétrico vendido abaixo de R$ 100 mil

O mercado de carros elétricos está crescendo no Brasil, assim como a forte concorrência entre as empresas. A chegada do BYD Dolphin Mini no fim de fevereiro, por exemplo, já está balançando o mercado e fez a Renault derrubar o preço do Kwid E-Tech.

Agora, a versão movida a bateria do hatchback será vendida abaixo dos R$ 100 mil, o menor valor já praticado para um carro elétrico em solo nacional.

O que você precisa saber

  • O BYD Dolphin Mini terá uma versão de entrada que deve ser vendida no Brasil por menos de R$ 100 mil, apontam as últimas informações.
  • A Renault foi a primeira a responder à estratégia de preço agressivo da marca chinesa, reduzindo o valor de partida do Kwid E-Tech para R$ 99.990 — uma redução de R$ 43 mil no valor tabelado.
  • Como resultado, o compacto será o primeiro carro totalmente elétrico do Brasil vendido abaixo dos R$ 100 mil, e provavelmente o mais barato do país nas próximas semanas.

Leia mais:

Resta saber se a BYD pode mudar de planos até o lançamento do Dolphin Mini, adotando valores ainda mais atraentes. A apresentação oficial do modelo está prevista para o dia 29 de fevereiro, segundo a Quatro Rodas.

O que complica essa conta é a volta do imposto de importação sobre carros eletrificados (híbridos e elétricos). A tributação voltou em janeiro de 2024 e deve manter o preço do irmão menor do Dolphin na mesma faixa dos R$ 100 mil.

Como é o Kwid E-Tech

Em dimensões, os dois são similares. O Dolphin Mini é apenas 10 cm maior, com 3,78 m de comprimento contra 3,68 m do Kwid. Quando o assunto é autonomia, o Kwid oferece 185, segundo o Inmetro. Já o Dolphin Mini promete até 405 km, mas no ciclo chinês. O número é mais atraente, mas será menor após os testes oficiais aqui no Brasil.

Imagem: Divulgação
  • Lançado em 2022, o Kwid E-Tech foi lançado por R$ 142.900. Na época, também era o elétrico menos caro do mercado.
  • O modelo não decolou nas vendas e perdeu mais terreno após a chegada do BYD Dolphin, vendido a partir de R$ 149.800.
  • O conjunto mecânico do carro inclui bateria de 26,8 kWh, motor elétrico que gera 65 cavalos e até 11,4 kgfm de torque.
  • A autonomia é de 185 km, segundo os testes do Inmetro.
  • A lista de equipamentos inclui seis airbags, multimídia e controle de tração e estabilidade.

O post Efeito BYD? Kwid E-Tech é o primeiro elétrico vendido abaixo de R$ 100 mil apareceu primeiro em Olhar Digital.

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »