Guarujá

PM atira duas vezes em homem desarmado no litoral de SP; VÍDEO


Caso ocorreu no bairro Bitaru, em São Vicente (SP). Homem foi socorrido pelo Samu e levado ao hospital. Polícia Militar informou que ocorrência foi registrada como afronta contra equipe policial. PM atira duas vezes contra homem em São Vicente
Um policial militar atirou duas vezes em um mesmo homem desarmado após uma confusão, nesta sexta-feira (9), no Parque Bitaru, em São Vicente, no litoral de São Paulo. Imagens obtidas pelo g1 mostram um grupo de homens envolvidos na discussão e o agente de segurança atirando duas vezes contra a vítima (assista o vídeo acima).
✅Clique aqui para seguir o canal do g1 Santos no WhatsApp.
Segundo a Polícia Militar, o caso aconteceu por volta das 12h24, na rua Rua Montese. A ocorrência foi registrada como afronta contra a equipe policial.
Nas imagens, é possível ver a discussão entre o homem e o policial militar. De repente, o agente atira na perna do homem, que estava de camiseta branca e ficou mancando após ser baleado. A discussão continuou e o mesmo policial chegou a empurrar um idoso no chão. Ele estava com uma bengala e se levantou logo em seguida.
O mesmo policial militar continuou discutindo com o homem baleado na perna e com outras pessoas da comunidade. Em um determinado momento, o ferido é puxado e fica sem camiseta.
Em seguida, o policial segura o homem pelo braço, mas ele empurra a mão do PM. O agente tenta dar um soco no homem e, logo depois, aponta a arma em direção ao rosto do morador. O homem dá um soco no PM, que revida e atira pela segunda vez.
O homem cai no chão ensanguentado. O PM segue apontando a arma para os outros moradores, que protestam após a situação. Ainda de acordo com as imagens, é possível ouvir as pessoas gritando durante a gravação, pedindo para ligarem para o resgate e chorando.
De acordo com a PM, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado para resgatar a vítima, que foi encaminhada ao pronto-socorro e transferida ao Hospital do Vicentino (HDV).
A Prefeitura de São Vicente informou, em nota, que os profissionais de saúde do Samu encontraram uma vítima do sexo masculino, com ferimentos por arma de fogo na região torácica e no membro inferior esquerdo.
A vítima foi encaminhada para o Hospital do Vicentino (HDV), para avaliação médica, onde deu entrada na unidade, estável e consciente. O homem em questão é funcionário do município. Ele ocupa um cargo de coordenador da Prefeitura de São Vicente, na Secretaria de Serviços Públicos.
O g1 entrou em contato com a Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP), mas não obteve retorno até a última atualização desta reportagem.
Leia também:
IDOSO DOPADO: Idoso ‘dopado’ em assalto é vítima de fraude bancária e recupera mais de R$ 233 mil na Justiça
MORTES CONFRONTO: Número de suspeitos mortos após confrontos policiais chega a 14 na Baixada Santista, diz SSP
‘JAPA DO CRIME’: ‘Japa do Crime’ presa com R$ 1 milhão não sabia dos crimes do marido, diz defesa
Policial militar atira duas vezes contra homem durante discussão, no bairro Bitaru, em São Vicente (SP)
Reprodução
Mortes de policiais e suspeitos
No dia 26 de janeiro, o policial militar Marcelo Augusto da Silva foi morto na rodovia dos Imigrantes, na altura de Cubatão. Ele foi baleado enquanto voltava para casa de moto. Uma grande quantidade de munições estava espalhada na rodovia. O armamento de Marcelo, no entanto, não foi encontrado.
No dia 2 de fevereiro, o policial das Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota) Samuel Wesley Cosmo morreu durante patrulhamento de rotina na Praça José Lamacchia, no bairro Bom Retiro. O agente chegou a ser socorrido para a Santa Casa de Santos (SP), mas morreu na unidade. Uma gravação de câmera corporal mostra o momento em que o soldado foi baleado.
Vídeo mostra o PM da Rota sendo baleado no rosto em viela no litoral de SP
Cinco dias depois, o cabo PM José Silveira dos Santos, do 2⁰ Batalhão de Ações Especiais de Polícia (BAEP), morreu ao ser baleado durante patrulhamento no bairro Jardim São Manoel, em Santos. Na ocasião, outro policial militar foi baleado e está internado.
Policiais militares Marcelo Augusto da Silva, Samuel Wesley Cosmo e José Silveira dos Santos, mortos na Baixada Santista (SP)
Reprodução/Redes Sociais e g1 Santos
O número de suspeitos mortos após confrontos com policiais na Baixada Santista chegou a 14 em uma semana. Os dados são da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP) que não inclui na contagem o homem que pulou de um prédio de quatro andares para fugir da polícia. As mortes começaram após o reforço do policiamento na região com o assassinato do PM das Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota), Samuel Wesley Cosmo.
Segundo o secretário de Segurança Pública de São Paulo, Guilherme Derrite, a região passa pela terceira fase da Operação Verão. Após a morte do cabo da PM José Silveira dos Santos, a secretaria montou um gabinete em Santos para coordenar a operação policial.
VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »