Guarujá

‘Pizzas tropicais’ surpreendem e são uma aposta no verão; confira receitas


Pizzas com abacaxi, figo e pistache são as novidades em Santos e Guarujá, no litoral de São Paulo. Com um sabor leve e diferente, elas prometem conquistar o paladar até nos dias mais quentes da estação. Culinária #013: Pizzas tropicais, com frutas e itens frescos, são uma aposta no verão
As altas temperaturas do verão não inibem os fãs de pizzas a devorar uma boa redonda. Mas, sempre tem quem não quer comer nada pesado nos dias quentes. Com frutas, grãos e ingredientes bem frescos, as pizzas tropicais ganham um sabor leve e diferente, que promete conquistar o paladar até nos dias mais quentes da estação.
Pizza havaiana
Abacaxi, mel, amêndoas, muçarela e gorgonzola, juntos eles formam a pizza havaiana. É uma mistura de salgado com doce, que surpreende. O pizzaiolo Ailton Freire, conhecido como Maradona, foi quem criou a versão encontrada no Santos Sabores, restaurante de comida italiana em Santos. A mãe do dono comentou sobre essa combinação de sabores e ele agarrou a ideia.
“Eu já tinha feito essa pizza pra ela. Um dia, ela veio aqui e tocou no assunto. Porque não fazer essa pizza de abacaxi com gorgonzola? Eu falei: ‘bora fazer’. A gente teve a ideia de acrescentar o mel e as amendôas. E, tornou isso ai. é um sucesso. Essa pizza sai muito, é uma das que mais sai”, disse ele
Ele conta que a união do doce com o salgado desperta o interesse de muitos clientes. “As pessoas ficam naquela curiosidade, com a história de acrescentar o mel e as amêndoas. Faz as pessoas ficarem pensando: vamos comer pra ver como é. E todo mundo que come sempre repete”, comenta. Veja como a pizza é montada no video (assista acima).
Pizza havaiana, preparada pelo pizzaiolo Ailton Freire, conhecido como Maradona, em Santos
Alex Ferreira/g1
Massa leve e de longa fermentação
Um dos segredos do pizzaiolo Antonio Jr. Vieira Rodrigues, do Seu Vidal Padaria, em Guarujá, é a massa da pizza. Para que ela fique mais leve, ele aposta em uma combinação de ingredientes de qualidade e de longa fermentação, com uma maturação de, em média, 48 horas.
“O segredo da pizza é a massa e o molho. Fazendo um molho leve e a massa com uma alta hidratação, no caso, farinha italiana, bater a massa dois dias antes, a massa fica super leve. A cobertura é muito importante, cobertura leve, não exagerando na quantidade, é excelente”
Pizza de figo
Se a regra é ousar nos sabores, Antônio entra no clima. Ele criou duas pizzas diferentes para a estação mais quente do ano. Em uma delas, a estrela é o figo. Depois da massa pronta, vem um molho de pimentão amarelo no lugar do tradicional molho de tomate. Nela, ainda vai a muçarela de búfala e depois, a massa é levada ao forno.
Uma das dicas é cortar a massa após a pizza ser assada. Em seguida, ela recebe a outra parte dos recheio: presunto parma, folhas de rúcula e redução de balsâmico. Para fechar essa pizza inusitada, uma burrata no meio para derramar sabor e cremosidade.
Pizza de figo, com presunto parma, rúcula e burrata é preparada pelo pizzaiolo Antônio Rodrigues, em Guarujá
Alex Ferreira/g1
Pizza de pistache
Para uma pizza doce, a aposta da vez é o pistache. Esse ingrediente, que está super em alta, traz leveza e um sabor adociçado na medida. Com a massa pronta, o pizzaiolo coloca uma camada de creme de leite e leva ao forno.
Antônio preparou creme a base de ricota e de pistache, que dá a base para o recheio. Por fim, vem somente o creme de pistache e os grãos bem partidos, que trazem todo a crocância para essa redonda bem diferente.
Pizza de pistache preparada pelo pizzaiolo Antônio Rodrigues, em Guarujá
Alex Ferreira/g1

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »