Guarujá

Funcionária é estuprada dentro de delegacia no litoral de SP, e agressor é preso


Após ir três vezes à delegacia sede do Guarujá, agressor entrou na sala da vítima e cometeu o crime. Policiais ouviram gritos de socorro e homem foi preso em flagrante. Casos aconteceu no DP Sede de Guarujá
Orion Pires / g1
Uma mulher, de 40 anos, foi estuprada dentro da Delegacia Sede de Polícia em Guarujá, no litoral de São Paulo. A vítima é funcionária na unidade, em função não informada, e foi abordada dentro da própria sala de trabalho por um homem, de 52 anos. Ela foi agredida e depois violentada sexualmente. O criminoso foi preso no local por policiais que ouviram os gritos de socorro da vítima.
✅Clique aqui para seguir o canal do g1 Santos no WhatsApp.
O crime aconteceu na última quarta-feira (20). O g1 apurou, neste sábado (24), que foi a terceira vez que o homem esteve na delegacia. A primeira, aconteceu na sexta-feira (16), quando a vítima foi informada por colegas de que um desconhecido a procurava.
Na manhã de terça-feira (19), assim que ela chegou para trabalhar, o agressor a esperava com cartas de amor em mãos. A funcionária o atendeu na sala, ele entregou o material, falou coisas sem sentido e deixou a delegacia.
O estupro aconteceu na manhã de quarta, quando o homem voltou à delegacia, entrou na sala da profissional, fechou a porta, a agrediu e a estuprou.
A vítima, em depoimento prestado na própria delegacia sede de Guarujá, contou aos policiais que o agressor passou as mãos nos seios, nádegas e esfregou o órgão genital nela. Ela reagiu e chegou a entrar em luta corporal com o agressor.
Leia também
VÍDEO: Estagiário defende colega ameaçada e troca socos com paciente em hospital no litoral de SP
TRAGÉDIA: Incêndio da Vila Socó completa 40 anos: relembre em fotos, vídeo e relatos dos sobreviventes
ENTENDA: TJ-SP aumenta condenação de PM que tentou matar deputada estadual e ex-repórter
Prisão em flagrante
Com base em informações do registro de boletim de ocorrência (BO), assim que a vítima gritou por ajuda, dois policiais se deslocaram até à sala. Eles contaram que a porta estava fechada, mas destrancada. Ao abrirem, eles se depararam com o homem sobre a funcionária caída no chão, e com objetos revirados.
Os agentes prenderam, o homem, que reagiu. Eles tiveram que retirá-lo à força da sala. O delegado determinou a prisão em flagrante do homem, que foi encaminhado à cadeia pública de Guarujá.
VÍDEOS: g1 em 1 minuto Santos
q

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »