Tecnologia

Astrônomos descobrem novas luas em Urano e Netuno

Nosso Sistema Solar acaba de aumentar: cientistas descobriram uma nova lua na órbita de Urano – a primeira em vinte anos -, e mais duas na de Netuno. Descritas como as luas mais “fracas” já encontradas nos dois planetas, foi necessário utilizar alguns dos melhores telescópios terrestres e um processamento especial de imagem para revelá-las.

Entenda:

  • Astrônomos da Carnegie Science descobriram duas novas luas na órbita de Netuno e uma na de Urano – primeira em vinte anos;
  • A lua uraniana, S/2023 U1, possui 8 quilômetros de diâmetro e orbita o planeta em 680 dias;
  • As luas de Netuno, S/2002 N5 e S/2021 N1, medem, respectivamente, 23 e 14 quilômetros de diâmetro, e orbitam o planeta a cada nove e 27 anos;
  • A descoberta indica semelhanças na configuração de satélites distantes dos quatro planetas gigantes do Sistema Solar – Júpiter, Saturno, Urano e Netuno.

A nova lua uraniana, provisoriamente denominada S/2023 U1, possui apenas 8 quilômetros de diâmetro e orbita o planeta em 680 dias. Assim como todas as outras 27 luas de Urano, ela deve receber, em breve, um nome próprio baseado nas peças de Shakespeare.

Já no caso das luas de Netuno, uma delas havia sido vista pela primeira vez em 2002 e, depois, novamente em 2021 – quando a segunda também foi descoberta. A mais brilhante, S/2002 N5, tem 23 quilômetros de diâmetro e orbita o planeta a cada nove anos. A S/2021 N1 tem 14 quilômetros e uma órbita de aproximadamente 27 anos. Elas devem receber o nome de Nereidas, ninfas marinhas da mitologia grega.

Leia mais:

Novas luas mostram semelhanças entre os quatro planetas gigantes

Nova Lua uraniana. (Imagem: Scott Sheppard / Reprodução)

A descoberta indica que os quatro planetas gigantes do Sistema Solar – Júpiter, Saturno, Urano e Netuno – possuem configurações semelhantes de luas distantes. “Mesmo Urano, que está inclinado de lado, tem uma população lunar semelhante à de outros planetas gigantes que orbitam o nosso Sol”, explicou Scott S. Sheppard, da Carnegie Science.

“E Netuno, que provavelmente capturou o distante Tritão do Cinturão de Kuiper – um corpo rico em gelo maior que Plutão -, um evento que poderia ter perturbado seu sistema lunar, tem luas externas que parecem semelhantes às de seus vizinhos”, completou Sheppard.

O post Astrônomos descobrem novas luas em Urano e Netuno apareceu primeiro em Olhar Digital.

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »