Guarujá

Vítimas das chuvas no litoral de SP dizem viver ‘catástrofe’: ‘perdemos tudo’


Praia Grande foi uma das cidades mais atingidas do temporal, com veículos arrastados e casas danificadas no Jardim Alice. Temporal arrasta carros em Praia Grande
Uma família de Praia Grande, no litoral de São Paulo, viu a parede da própria casa desabar com as fortes chuvas que atingiram a Baixada Santista. A cidade foi uma das mais afetadas pelo temporal, com veículos arrastados e casas danificadas no Jardim Alice.
✅ Clique aqui para seguir o novo canal do g1 Santos no WhatsApp.
“Deu tempo apenas de salvar a minha filha, minha mãe, meu tio e meu cachorrinho. De resto perdi tudo”, contou a recepcionista Ivoneide de Souza, em entrevista à repórter Marcela Pierotti, da TV Tribuna, afiliada da Rede Globo.
A casa dela foi uma das danificadas na Rua Lucia Barana, ainda na noite de terça-feira (5). O Corpo de Bombeiros foi acionado para possíveis deslizamentos de terra no local, e, ao chegar no local, constatou abalos estruturais em imóveis atingidos por um veículo arrastado pela água da chuva.
De acordo com Ivoneide, ela ouviu gritos na rua e, ao sair de casa para verificar o que se tratava, se deparou com a via inundada por água com barro. Em seguida, retornou para dentro de casa e viu a parede ir abaixo. Por isso, rapidamente correu para conseguir sair do local com os familiares.
Ivoneide (à esquerda) e Kelly são moradoras do Jardim Alice e lamentaram a destruição causada pela chuva em Praia Grande (SP).
Marco Antônio/TV Tribuna
“São 34 anos que a gente mora no bairro e há 34 anos que a casa está em pé. Já tiveram outros tipo de chuva, mas não nessa catástrofe”, enfatizou a moradora, dizendo que terá que recomeçar do zero.
Já a dona de casa Kelly da Silva precisou ser resgatada da própria residência junto com o filho de 2 anos e o marido. No imóvel, a água chegou na altura do pescoço e até os bombeiros tiveram dificuldade de acessar o local.
“Perdemos tudo, mas graças a Deus, temos a vida. Então, estamos aí. Bola para frente, erguer a cabeça, pedir força para Deus e se erguer”, enfatizou em entrevista à TV Tribuna.
Mongaguá
Em Mongaguá, os resgates seguem nesta quarta-feira (6). A repórter Nina Barbosa, também da TV Tribuna, flagrou bombeiros usando bote para resgatar pessoas ilhadas em Agenor de Campos (veja abaixo).
Moradores foram resgatados no bairro Agenor de Campos, em Mongaguá (SP)
Nina Barbosa/TV Tribuna
Segundo a Defesa Civil Estadual, a cidade teve pontos de alagamento nos bairros Centro, Pedreira, Vila São Paulo e Vila Nova. Uma casa na região central chegou a desabar parcialmente e ficou interditada. Sendo assim, quatro pessoas ficaram desalojadas e foram encaminhadas para casas de parentes.
Ainda de acordo com o órgão estadual, outras diversas residências foram atingidas na cidade, mas sem necessidade de remoção das famílias.
Em nota, a Prefeitura de Mongaguá informou que a alta do Rio Mongaguá colapsou o sistema de drenagem do Centro e uma forte enxurrada causou estragos no Jardim Alice, região próxima ao morro da Cialta.
Segundo o Executivo, a Defesa Civil continua monitorando a cidade e equipes de Serviços Externos estão na rua, minimizando os impactos. “Até o momento, a administração municipal não foi acionada para dar apoio a nenhuma família que pudessem necessitar de abrigo”.
A prefeitura informou, ainda, que as aulas das escolas municipais e das oficinas culturais foram canceladas nesta quarta-feira (6), por conta das fortes chuvas.
Estragos
As fortes chuvas que atingiram a Baixada Santista, no litoral de São Paulo, provocaram estragos nas cidades da região. Diversos pontos de alagamentos foram registrados. A água, inclusive, invadiu casas e chegou a arrastar veículos. Apesar dos transtornos, não há registro de feridos.
De acordo com a Defesa Civil do Estado de São Paulo, a cidade que registrou maior acumulado de chuva foi Mongaguá, com 199 mm. No entanto, São Vicente, Peruíbe, Praia Grande, Itanhaém e Guarujá também registraram altos índices pluviométricos: 151 mm, 126 mm, 115 mm, 101 mm e 80 mm, respectivamente.
Temporal arrasta carros, causa desabamento e alaga ruas e casas no litoral de SP
VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »