Economia

Conheça as melhores profissões para brasileiros nos Estados Unidos


Advogado aponta áreas com mais oportunidades para quem sonha em trabalhar no país. Divulgação

O ano de 2024 será ano decisivo para profissionais e empreendedores estrangeiros que sonham em morar e trabalhar legalmente nos Estados Unidos, com recordes de empregabilidade prestes a serem batidos nas mais variadas áreas profissionais do país.
A conclusão é da Gondim Law Corp, escritório de advogados de imigração em Los Angeles que tomou como base dados divulgados ao longo de 2023, e previsões para o ano atual feitas por agências governamentais americanas (DLS, DOL) e institutos de pesquisa que analisam o mercado de trabalho nos EUA (Hoover Institute, OECD, NPR, etc.).
A falta de mão de obra, que já vem afetando os Estados Unidos há mais de uma década, deve encontrar seu ápice em 2024, com déficit de profissionais em dezenas de indústrias e ramos de atividades vitais para o país. Em média, 11 milhões de novos empregos são gerados no território norte-americano mensalmente, muitos deles, porém, não conseguem ser preenchidos. A situação é tão crítica que, caso os EUA não consigam suprir a demanda interna por profissionais, o país sofre sério risco de perder seu posto de maior potência econômica do planeta.
“Existem empregos disponíveis em praticamente todas as áreas nos EUA, e que oferecem excelentes remunerações. Porém, por mais incrível que pareça, não existem no país pessoas qualificadas e, em alguns casos, nem interessadas em exercê-los. Essa carência vem sendo responsável pelo aumento de imigrantes qualificados na América em anos recentes. Sem poder contar com sua própria força de trabalho, os americanos precisam ‘importar’ profissionais estrangeiros talentosos”, explica Marcelo Gondim, advogado de imigração em Los Angeles.
O que explica o déficit de profissionais nos EUA?
Vários fatores ajudam a explicar esse cenário. Em primeiro lugar, a economia superaquecida dos Estados Unidos, que se recuperou muito mais rapidamente dos efeitos da pandemia do que qualquer outra superpotência. A demanda reprimida em 2020-2021 (auge da Covid-19) resultou em uma “explosão” de novas empresas, startups e na chegada de milhares de empreendedores e investidores estrangeiros que decidiram levar seus negócios para a América.
Além disso, existe um desinteresse nas gerações mais jovens em estudar e trabalhar em diversas profissões que antes eram cobiçadas, como pilotos de aviação, médicos, educadores etc. Ao mesmo tempo, muitos profissionais veteranos se aposentaram (ou foram aposentados) durante a pandemia.
Problema nos EUA e oportunidades para imigrantes
Divulgação

O problema dos Estados Unidos, porém, pode ser uma grande oportunidade para estrangeiros qualificados e que querem, de forma legal, contribuir com o mercado americano de trabalho. E para atrair esses profissionais, o governo dos EUA disponibiliza cotas anuais de Green Cards para profissionais que consigam demonstrar experiência e carreiras bem-sucedidas e, em muitos casos, formação acadêmica superior.
Os chamados vistos EB (Employment-Based) são voltados exatamente para esse tipo de profissional que chegará aos EUA e ajudará a resolver o problema da falta de mão de obra qualificada. Esse tipo de visto pode ser concedido com base em habilidades extraordinárias, ofertas fixas de emprego ou capacidade de investimento no país. Os brasileiros estão entre os mais beneficiados com esse visto. Somente nos últimos sete anos, aproximadamente 65 mil Green Cards foram emitidos para imigrantes oriundos do Brasil que solicitaram os vistos EB, tendo como mais populares o EB-2 NIW (profissionais com habilidades diferenciadas e carreiras de sucesso) e o EB-3 (imigração com oferta de trabalho).
As dez profissões com maior carência de mão de obra nos EUA:
1. Médicos
2. Enfermeiros
3. Fisioterapeutas
4. Dentistas
5. Engenheiros
6. Pilotos
7. Educadores
8. TI
9. Logística
10. Empresários
Seja qual for a profissão, auxílio-jurídico é fundamental
Divulgação

Independentemente da profissão, é essencial contar com os serviços de advogados devidamente licenciados nos Estados Unidos antes de dar entrada em qualquer tipo de processo imigratório ou de visto de trabalho. Devido à complexidade das leis americanas de imigração, esse apoio jurídico, se bem realizado, aumenta as chances de aprovação de um caso junto ao Serviço de Cidadania e Imigração dos EUA (USCIS).
A Gondim Law Corp é um escritório de advocacia imigratória localizado em Los Angeles, Califórnia. Foi fundado por Marcelo Gondim, advogado com mais de 20 anos de experiência em imigração para os EUA, e licenciado pelo Estado da Califórnia.
O escritório oferece diversos serviços jurídicos para processos imigratórios com base em carreira, emprego, investimento, laços familiares e programas humanitários, além de vistos temporários e defesa em cortes federais americanas.
Para mais informações, contato e agendamento de consulta com os advogados licenciados da Gondim Law Corp, acesse: www.gondimlaw.com.

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »