Guarujá

Plástico é o resíduo mais encontrado nas praias do litoral de SP, revela pesquisa; veja o ranking


Dados foram coletados pelo Instituto Mar Azul (IMA) nas areias e águas da cidade de Santos (SP). Ao todo, foram recolhidos 231 kg de materiais em um ano. Resíduos encontrados nas praias e Área Continental de Santos (SP)
Divulgação/Instituto Mar Azul
Uma pesquisa realizada pelo Instituto Mar Azul (IMA) revelou que o plástico continua sendo o lixo mais recolhido em ações de limpeza realizadas nas praias de Santos, no litoral de São Paulo. O número deste material é correspondente a 47 mil fragmentos do total de 117 mil removidos em um ano. Estes resíduos podem impactar direta e indiretamente a vida humana e os organismos marinhos.
✅Clique aqui para seguir o canal do g1 Santos no WhatsApp.
O diretor-presidente do IMA, Hailton Santos, explicou ao g1 neste sábado (8) que os dados foram coletados durante 22 ações de limpeza realizadas em 2023. O instituto recolhe os resíduos nas areias e águas das praias do José Menino, Gonzaga, Boqueirão, Embaré e Aparecida, além da Ilha Diana, na Área Continental.
Os colaboradores do instituto contam e separam os resíduos por tipo de material. Depois, alguns são levados à reciclagem. Os materiais que não têm nenhuma possibilidade de reaproveitamento são recolhidos e descartados pela Prefeitura de Santos.
Foram recolhidos 231 kg de resíduos nas praias e Área Continental de Santos em um ano
Divulgação/Prefeitura de Santos
De acordo com a pesquisa, os plásticos tiveram um aumento de 7 mil fragmentos em relação ao ano anterior. O diretor-presidente explicou que não é possível afirmar a causa. Mas, há fatores que possuem influência, como o crescimento da produção, consumo e descarte irregular deste material.
Os colaboradores das ações de limpeza recolheram 231 kg de resíduos, que totalizaram 117 mil unidades. Confira o ranking dos tipos de materiais mais encontrados na região abaixo:
Ranking dos tipos de materiais mais encontrados nas praias e na Área Continental
De acordo com o relatório, a coleta de metal chamou atenção após registrar um aumento significativo. A quantidade encontrada deste material foi de 1,2 mil em 2022 para 10 mil no ano passado.
“Este diagnóstico revela que esses itens estão diretamente ligados às atividades que acontecem nas praias. Por isso é tão importante que os ambulantes e permissionários recolham o seu lixo produzido, colaborando assim com o meio ambiente”, finalizou o diretor-presidente.
O IMA enviou o relatório à Secretaria de Meio Ambiente de Santos. Em nota, a pasta afirmou que apoia a realização desses estudos e promove ações para diminuir o descarte irregular de lixo nos mares e areias da cidade.
Dados de relatório foram coletados durante 22 ações de limpeza realizadas em 2023
Divulgação/Prefeitura de Santos
VÍDEOS: g1 em 1 minuto Santos

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »