Guarujá

Mulher esfaqueada na cabeça pelo companheiro no litoral de SP


Caso aconteceu em Praia Grande, no litoral de São Paulo, no Dia Internacional da Mulher. A vítima foi socorrida a um pronto-socorro, e o estado de saúde dela é estável. Homem é preso após dar facadas na cabeça da companheira dentro de unidade de saúde
Um vídeo, obtido pelo g1 neste sábado (9), mostra momentos de tensão em uma Unidade de Saúde da Família (Usafa) instantes após uma mulher ser esfaqueada na cabeça e na mão pelo companheiro, dentro do local, em Praia Grande, no litoral de São Paulo. O caso ocorreu nesta sexta-feira (8), no Dia Internacional da Mulher. Segundo a prefeitura, o estado de saúde da vítima é estável (assista acima).
✅ Clique aqui para seguir o novo canal do g1 Santos no WhatsApp.
O caso aconteceu na Usafa Antártica, localizada na Avenida do Trabalhador, no bairro Vila Antártica. Segundo a prefeitura, o suspeito fugiu após atacar a mulher, mas foi localizado por uma equipe da Guarda Civil Municipal (GCM) e levado à Central de Polícia Judiciária (CPJ) da cidade.
Nas imagens, é possível ver a vítima, sentada em uma cadeira da Usafa e com uma ‘poça se sangue’ logo abaixo dela. Na sequência, a mulher aparece deitada em uma maca, sendo conduzida para dentro de uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).
Em nota, a prefeitura acrescentou que, após ser esfaqueada na Usafa, a mulher foi encaminhada ao Pronto-Socorro Central da cidade. O g1 entrou em contato com a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP), em busca de mais informações, e a pasta informou apurar o caso.
Homem é preso após esfaquear mulher na cabeça em unidade de saúde no litoral de SP
Reprodução/Redes Sociais
O caso
Segundo a prefeitura, a mulher deu entrada na Usafa por volta das 14h de sexta-feira (8) e, momentos depois, o suspeito entrou no local, esfaqueando a vítima na cabeça e na mão direita.
O município acrescentou que, imediatamente, a situação foi comunicada ao Centro Integrado de Comando e Operações Especiais (Cicoe) e à Polícia Militar, que iniciaram as buscas pelo homem.
Aproximadamente uma hora após a agressão, a GCM localizou o suspeito na cidade. O local não foi divulgado oficialmente. A prefeitura afirmou, por fim, que uma equipe da Guardiã Maria da Penha, que faz parte da GCM, também acompanhou o caso.
Caso aconteceu na Usafa Antárticam em Praia Grande, SP
Jairo Marques/Prefeitura de Praia Grande
VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »