Tecnologia

Nvidia é processada por usar obras protegidas para treinar IA 

Em mais um capítulo na onda de processos por direitos autorais no uso da inteligência artificial (IA), três autores estão acusando a Nvidia de usar suas obras para treinar o NeMo, sua IA, sem permissão. Segundo a Reuters, Brian Keene, Abdi Nazemian e Stewart O’Nan disseram que seus trabalhos foram usados para simular a linguagem escrita natural, principal objetivo dos chatbots. 

O que você precisa saber: 

  • O processo foi apresentado ao tribunal agora, mas o conteúdo foi retirado do ar em outubro “devido à denúncia de violação de direitos autorais“; 
  • Para os autores, a remoção pela Nvidia reflete o fato dela ter “admitido” que treinou o NeMo no conjunto de dados dos autores e, portanto, violou seus direitos autorais; 
  • As obras cobertas pelo processo são os romances de Keene, “Ghost Walk”, de 2008, o de Nazemian, de 2019, “Like a Love Story”, e o de O’Nan de 2007, “Last Night at the Lobster”; 
  • O valor do pedido de indenização não foi divulgado, mas a ação tem caráter coletivo e pede ressarcimento para pessoas nos Estados Unidos cujas obras protegidas por direitos autorais ajudaram a treinar o NeMo nos últimos três anos; 
  • A Nvidia se recusou a comentar o caso. 

Leia mais! 

O processo é apenas mais um contra a Nvidia, que caminha para um crescente corpo de litígios movidos por escritores, assim como pelo New York Times. Não apenas ela, a OpenAI também coleciona ações por direitos autorais, incluindo do NYT — em última reviravolta, a startup dona do ChatGPT disse que o jornal hackeou seu chatbot. Entenda aqui

O que é o Nvidia NeMo 

O NeMo é um serviço de IA em nuvem cujo objetivo é ajudar os desenvolvedores na adição de conhecimento específico, ensinando habilidades funcionais para modelos de linguagem.  

Dividido em três recursos diferentes, a plataforma consegue gerar textos e imagens através da IA generativa. Saiba mais aqui

O post Nvidia é processada por usar obras protegidas para treinar IA  apareceu primeiro em Olhar Digital.

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »