Guarujá

Homem é detido pelado após chutar veículos e agredir ciclista em frente a escola; VÍDEO


Caso ocorreu em frente a uma escola estadual no Loteamento João Batista Julião, em Guarujá (SP). Homem nu é detido pela PM em frente após agressões em frente de escola estadual
Um homem pelado, de identidade desconhecida, foi detido pela Polícia Militar após chutar carros, motos e agredir um ciclista. Ele estava em frente a uma escola estadual em Guarujá, no litoral de São Paulo, quando foi contido. No vídeo obtido pelo g1, nesta terça-feira (12), é possível ver viaturas da PM perto do suspeito, que está sentado no chão sem roupas. (assista acima).
✅Clique aqui para seguir o canal do g1 Santos no WhatsApp.
O autônomo Vitor da Silva, de 18 anos, disse à equipe de reportagem que passava pela Avenida Desembargador Plínio Carvalho Pinto na manhã de segunda-feira (11) quando viu o homem chutando os automóveis ainda estava vestido.
A testemunha contou ter parado o veículo e descido do carro com alguns amigos para conter o suspeito que, segundo ele, parecia estar alcoolizado.
A PM foi acionada e, de acordo com Vitor, aproximadamente 15 minutos antes dos policiais chegarem ele tirou as roupas e começou a fazer “gestos [não informados] para as mulheres que passavam”.
Assim que os PMs chegaram, e enquanto tentavam detê-lo, o suspeito continuou a agir de forma agressiva. “Ele chutou uma moto”, disse a testemunha, que só deixou o local assim que o homem foi imobilizado.
Segundo testemunha ouvida pela reportagem, ele tirou a roupa 15 minutos antes de ser detido pela polícia
Vitor da Silva
Segundo Vitor, o suspeito já havia agredido um ciclista no rosto, que teria sangrado pelo nariz, e quebrado a bicicleta de outro a atirando no chão.
A equipe de reportagem entrou em contato com a Polícia Militar, mas a corporação informou que não atendeu a ocorrência, embora seja possível ver nas imagens a presenta dos policiais. A Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP) também disse que o caso não não foi registrado.
Ao g1, a Prefeitura de Guarujá informou que a as equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e da Guarda Civil Municipal não foram acionadas. A escola foi procurada, mas, por ter sido uma ocorrência externa à unidade, não quis se pronunciar.
VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »