Guarujá

Mulher sofre ameaças de ex-namorado após ser agredida e extorquida; VEJA


Casal se conheceu em um aplicativo de relacionamento. Depois de ser agredida, moradora de Praia Grande (SP) conseguiu uma medida protetiva de urgência contra o ex-namorado. Ex-namorado ameaçou a vítima após agressões em mensagens de WhatsApp
Arquivo Pessoal
Uma mulher, de 34 anos, tem vivido um verdadeiro pesadelo após terminar um relacionamento. A moradora de Praia Grande, no litoral de São Paulo, contou ao g1, nesta quinta-feira (14), que sofreu ameaças de morte após ser agredida e extorquida pelo ex-namorado. O homem a deixou com uma dívida de mais de R$ 25 mil.
✅Clique aqui para seguir o novo canal do g1 Santos no WhatsApp.
A vítima, que preferiu não se identificar por segurança, contou que conheceu o homem em um aplicativo de namoro, em julho de 2023. Um mês depois se encontraram e começaram um relacionamento.
A mulher afirmou que o homem sempre foi muito carinhoso, mas insistia que a vítima se mudasse para Jundiaí (SP), cidade em que ele morava. Após as recusas para mudança, a partir do segundo mês de relacionamento, o ex-namorado sumia toda vez que ela não fazia o que ele queria. Dias depois, voltava e prometia que iriam se casar.
“Eu não acho que era ciúmes. Eu acho que era uma forma de manipulação mesmo. Ele é um golpista”, afirmou ela.
Agressões
Mulher foi agredida pelo ex-namorado após suspeita de traição
Arquivo Pessoal
Com as insistências, a vítima começou a se preparar para morar com ele. Neste momento, o ex-namorado mudou de ideia e terminou o relacionamento dizendo que não estava pronto para o casamento.
Depois de dez dias sem contato, o homem pediu para conversarem pessoalmente. As capturas de tela obtidas pelo g1 mostram as ameaças, xingamentos e insistências enviadas pelo ex-namorado. Em uma das conversas, ele promete que ‘vai passar com o carro’ em cima da mulher.
“[Ele ameaçou que] se eu não fosse conversar, ele pegaria o meu filho e daria socos na costela [dele] até meu filho falar onde eu estava”.
Com medo das ameaças, ela aceitou encontrá-lo. O casal passou o final de semana junto e, no dia em que ela iria embora, o agressor viu uma notificação no celular dela. Era uma mensagem do ex e pai do filho dela.
Vítima ficou ferida após agressões do ex-namorado
Arquivo Pessoal
O homem acreditou que eles tivessem voltado e a obrigou a ligar para o ex-marido para conversarem. “A partir daquela conversa que ele teve com o meu ex, tacou o meu celular na parede. Falou que eu era uma vagabunda […] e começou a me agredir”, lembrou.
De acordo com ela, o homem a jogou no chão, deu socos, bateu a cabeça dela na parede e a enforcou. “Ele não parava. Ele pegou a minha mala e jogou lá do primeiro andar. Ele queria me jogar também”, afirmou a vítima.
Ela conseguiu fugir e pedir ajuda a uma vizinha, que a acolheu até a chegada dos policiais militares. No boletim de ocorrência, registrado na Delegacia de Polícia de Jundiaí, os PMs relataram que os dois se agrediram mutuamente e afirmaram que a mulher não apresentava ferimentos.
Ao chegar em Praia Grande, a mulher procurou a Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), onde contestou a versão do BO e conseguiu uma medida protetiva de urgência. Neste momento, as ameaças saíram de um aplicativo de mensagens e foram para o e-mail (veja abaixo).
Em nota, a Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP) informou ao g1 que o caso é investigado por meio de inquérito policial instaurado pela DDM de Jundiaí. De acordo com a pasta, todas as ocorrências apresentadas pela PM e GCM são investigadas pela Polícia Civil.
Acompanhamento psicológico
Ela afirmou que iniciou acompanhamento psicológico e faz duas semanas que não recebe mais ameaças. Apesar deste alívio, a mulher disse que continua traumatizada e está com medo de encontrá-lo.
“Eu não consigo mais dormir tranquila. Eu tenho medo porque as ameaças dele é de que ele me acharia em qualquer lugar. Então, eu não tenho mais paz na minha vida”, lamentou.
Mulher ficou com dívida após financiar moto para ex-namorado
Arquivo Pessoal
Golpes
Ao g1, ela afirmou que a primeira vez que desconfiou do homem foi quando ele pediu R$ 2 mil para medicamentos e custos com hospital para a filha que estava doente. Eles se conheciam pouco mais de dois meses. “Comecei a ficar em um estado de alerta com com ele em relação a dinheiro”, lembrou.
Passado um tempo, o homem alegou que estava com ciúmes por ela ter uma moto registrada no nome do ex-marido e propôs que ela vendesse o veículo para ele, o que não foi feito. De acordo com a vítima, o ex-namorado tinha o costume de pedir empréstimos e dinheiro.
A mulher, inclusive, financiou R$ 25 mil para ele comprar uma outra moto (veja na foto acima). Além disso, passou um cartão de crédito para o homem comprar um perfume de R$ 600. Desde que terminaram, o ex-namorado parou de pagar as dívidas que fez em nome dela.
Vítima bloqueou o homem nas redes sociais e as ameaças passaram para o e-mail
Arquivo Pessoal
VÍDEOS: g1 em 1 minuto Santos

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »