Geral

Rússia realiza ataques contra cidade ucraniana Odessa e deixa ao menos 20 mortos

Em meio as eleições presidenciais realizadas na Rússia, que começaram nesta sexta e vão até domingo, 17, as tropas de Vladimir Putin, atacaram a cidade de Odessa, na Ucrânia. Os bombardeios deixaram ao menos 20 mortos e 73 feridas nesta sexta-feira, 15. Esse foi um dos piores ataques russo contra a grande cidade portuária no sul do país, que já foi atacada duas vezes nos últimos dias. O presidente Volodymyr Zelensky denunciou o “ataque infame” realizado com dois mísseis. O segundo míssil atingiu “no momento em que os socorristas e médicos chegavam ao local”. “Entre os mortos estão moradores, um paramédico e um socorrista”, disse o governador regional Oleg Kiper no Telegram. Os profissionais da saúde foram vítimas de uma segunda explosão enquanto prestavam ajuda no local do ataque às vítimas de um primeiro impacto.

cta_logo_jp
Siga o canal da Jovem Pan News e receba as principais notícias no seu WhatsApp!

Segundo informou o Exército ucraniano, a Rússia utilizou mísseis balísticos Iskander-M no ataque, que foi lançado a partir da península ocupada da Crimeia e danificou pelo menos dez edifícios residenciais, um posto de gasolina, um gasoduto e diversas ambulâncias e veículos de bombeiros. O conselheiro do gabinete presidencial ucraniano, Mikhail Podoliak, associou o ataque à realização dessas eleições. “Putin envia uma mensagem clara ao mundo no dia em que começa o procedimento para a sua redesignação ditatorial’”, escreveu Podoliak nas suas redes sociais. A Prefeitura decretou um dia de luto para o sábado, 16, depois do ataque, um dos mais letais em Odessa desde o início da invasão russa contra a ex-república soviética, há mais de dois anos.

*Com informações da EFE e AFP

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »