Economia

Leilão da Receita: nova edição tem carros a partir de R$ 3 mil e PlayStation 5 por R$ 1,4 mil; veja como participar


Pela primeira vez, os lotes do leilão serão expostos no saguão do Terminal 3 do Aeroporto de Guarulhos. Lances poderão ser feitos entre 26 e 27 de março. Carro que pode ser adquirido a partir de R$ 3 mil no novo leilão da Receita Federal.
Reprodução/ Receita Federal
A Alfândega da Receita Federal do Brasil vai realizar, em 28 de março, mais um leilão com mercadorias e veículos apreendidos ou abandonados.
São 129 lotes no total, que incluem carros usados, smartphones, notebooks, videogames, câmeras fotográficas e uma série de outros itens. O leilão será realizado de forma eletrônica. Veja mais abaixo a lista completa dos produtos e como participar.
Os lances devem ser feitos para os lotes fechados — ou seja, um conjunto de determinados itens. O lote mais barato é o de número 118, que pode ser arrematado a partir de R$ 200 e contém uma caixa de som.
Outros destaques do leilão são os lotes de número 41, 42, 44, 45, 46, 47, 57, 103, 117, 118 e 122:
Nos lotes 41, 42, 44, 45 e 46, é possível arrematar carros a partir de R$ 3 mil.
No lote 47, é possível arrematar uma mesa de som a partir de R$ 8 mil.
No lote 57, é possível arrematar um casaco da marca Fendi a partir de R$ 12 mil.
No lote 103, é possível arrematar um iPhone 14, fones de ouvido e uma air tag a partir de R$ 4,5 mil.
No lote 117, é possível arrematar um microscópio a partir de R$ 1,6 mil.
No lote 118, é possível arrematar uma caixa de som a partir de R$ 200.
No lote 122, é possível arrematar um PlayStation 5 a partir de R$ 1,4 mil.
O lote mais caro é o de número 51, que pode ser adquirido por, no mínimo, R$ 1,5 milhão. Ele conta com duas brocas para perfuração e mais de 50 mil displays para celulares. Esse lote só pode ser arrematado por pessoas jurídicas.
As pessoas físicas só podem fazer lances para os lotes: 68, 69, 101, 102, 103, 104, 105, 106, 107, 108, 109, 110, 111, 112, 116, 117, 118, 119, 120, 122, 124, 125, 126 e 129.
Já as pessoas jurídicas podem apresentar propostas de compra para todos os lotes.
As propostas de valor para o leilão só podem ser feitas de forma online, das 8h do dia 26 de março até as 20h do dia 27 de março.
Pela primeira vez, os lotes poderão ser visitados no saguão do Terminal 3 do Aeroporto de Guarulhos. A visitação ocorrerá nos dias 20 e 21 de março, das 09h30 às 16h30, sem necessidade de agendamento. A partir da arrematação, os licitantes terão 30 dias para retirada dos lotes.
A participação no leilão eletrônico por pessoas físicas e pessoas jurídicas se dará por meio do serviço “Sistema de Leilão Eletrônico”, acessado via Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte (e-CAC) mediante o uso de identidades digitais da conta gov.br com nível de confiabilidade Prata ou Ouro.
Veja a lista de itens disponíveis
mouses;
notebooks;
acessórios para smartphones;
smartphones;
fones de ouvido com fio;
cabos elétricos;
bolsas;
carteiras;
maletas;
baterias para drone;
poltrona reclinável;
mochilas;
caminhões;
peças e acessórios variados para veículos;
cortes de tecido;
refletores de LED;
cartuchos para impressoras;
bijouterias;
relógios de pulso;
utensílios de cozinha e utilidades domésticas;
livros;
calças;
bermudas;
kimonos;
jaquetas;
bicicleta ergométrica;
tapetes;
quadros decorativos;
câmeras de segurança;
calçados;
luvas de borracha;
carros;
uma mesa de som;
cadeiras giratórias;
um casaco da marca Fendi;
meias;
projetores;
lâmpadas;
sapatilhas para pedalar;
peças de aeronaves;
tablets;
roteadores;
pedras e cristais;
acessórios de cabelo;
vestidos;
drones;
perfumes;
copos Stanley;
vela de kitesurf;
instrumentos de natação;
microscópio;
videogame;
e uma bicicleta.
Quem pode participar do leilão?
Pessoas físicas podem participar do leilão sob os seguintes critérios:
ser maior de 18 anos ou pessoa emancipada;
ser inscrito no Cadastro de Pessoas Física (CPF);
ter selo de confiabilidade Prata ou Ouro no sistema de identidade digital do Governo Federal.
Já para pessoas jurídicas, os critérios são os seguintes:
ter cadastro regular no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídica (CNPJ);
ou, no caso do responsável da empresa ou de seu procurador, ter selo de confiabilidade Prata ou Ouro no sistema de identidade digital do Governo Federal.
Como participar do leilão?
Para participar do leilão apresentando um lance, o interessado precisa seguir os seguintes passos:
entre 21 e 28 de fevereiro, observando os horários estabelecidos pela Receita, acessar o Sistema de Leilão Eletrônico por meio do Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte (e-CAC);
selecionar o edital do leilão em questão, de número 0817800/000001/2024 – PORTO DE SANTOS;
escolher o lote em que se quer fazer o lance e clicar em “incluir proposta”;
aceitar os termos e condições apresentados pelo site da Receita;
e incluir o valor proposto (que, necessariamente, deve ser maior do que o valor mínimo estabelecido pela Receita), e salvar.
‘Destaque g1’: veja como vai funcionar o leilão da Receita Federal

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »