Guarujá

Vídeo mostra decolagem irregular em praia e moradores estão inseguros: ‘parecia estar treinando’


Casos aconteceram em Bertioga, no litoral de São Paulo. Grupo de moradores relata insegurança por ‘rasantes’ da aeronave. Segundo a prefeitura, a pratica é irregular. Vídeo mostra aeronave decolando na faixa de areia em praia do litoral de SP
Um grupo de moradores de um condomínio em Bertioga, no litoral de São Paulo, alegou ter visto outros ‘rasantes’ e decolagens da aeronave ultraleve filmada quase atingindo banhistas em duas praias da cidade. O g1 também obteve um vídeo, nesta terça-feira (19), que mostra o piloto levantando voo na faixa de areia, perto de outras pessoas (assista acima).
✅ Clique aqui para seguir o novo canal do g1 Santos no WhatsApp.
Os casos aconteceram nas praias de Guaratuba e Itaguaré. Segundo a Prefeitura de Bertioga, a aeronave filmada não tinha autorização e a atividade foi realizada de forma irregular.
O g1 ouviu cinco moradores do Residencial Guaratuba, que fica dentro da praia de mesmo nome. O grupo declarou, anonimamente, ter visto a mesma aeronave voando pelo local em outras ocasiões, incluindo no período de Carnaval deste ano.
“O sentimento é de insegurança, pois vamos para a praia para descansar e ter momentos de lazer com nossos filhos, mas corremos o risco de uma aeronave despencar na nossa cabeça a qualquer momento”, afirmou uma moradora.
O g1 não localizou o piloto da aeronave até a última atualização desta reportagem.
Aeronave ultraleve é filmada durante voos próximos de banhistas em praias do litoral de SP
Reprodução
Leia também
ENTENDA: Após vídeos, Da Cunha pode ser preso por série de crimes e cumprir pena máxima de oito anos, dizem especialista
SINAIS DE NECROSE: Ex-apresentador preso por tráfico é picado por aranha na cela e corre risco de amputação, diz advogado
TINHA PENA POR TRÁFICO: Preso por assassinar turista em casa de veraneio recebeu benefício da ‘saidinha’ dias antes do crime
Medo na praia
Segundo o grupo de moradores, o prazer de aproveitar a praia ao lado dos familiares e amigos deu espaço ao sentimento de ‘insegurança’ por conta dos voos de aeronaves no local.
“Sentimos medo dessa porcaria cair na nossa cabeça”, desabafou outra moradora. “Quando vimos a primeira vez, pensamos que estava em pane. Foi desesperador”.
Aeronave quase atinge banhistas ao fazer pouso no meio da praia no litoral de SP
Reprodução/Redes Sociais
Outra moradora acrescentou ter visto a aeronave dando ‘voltas’ pela praia em outra ocasião. “Achei que poderia estar em uma emergência e fiquei preocupada, mas, depois de umas quatro tentativas, o piloto mudou de posição e pousou. Poucos minutos depois, levantou voo [novamente]”.
A mulher ressaltou que, ainda naquele dia, o piloto pousou e decolou mais três vezes na praia. “Parecia estar treinando”, disse ela.
Por fim, um morador afirmou ter registrado um vídeo que mostra as decolagens da aeronave no sábado (16). Nas imagens, é possível ver o veículo levantando voo na faixa de areia, em local próximo de onde estavam alguns banhistas (assista no topo da reportagem).
Irregular
Aeronave quase atinge banhistas ao fazer pouso no meio da praia no litoral de SP; VÍDEO
De acordo com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), o piloto deve ter certidão de cadastro de aerodesportista regulamentada. É proibido pousar na faixa de areia, exceto em situações emergenciais.
Segundo a Secretaria de Turismo e Cultura de Bertioga, o decreto nº 3.899 de 1º de abril de 2022 proíbe a decolagem e pouso de ultraleves, parapentes, paragliders e quaisquer outros tipos de equipamentos de voo livre nas áreas públicas da cidade sem autorização da pasta.
O Departamento de Turismo ressaltou que não recebeu solicitação de autorização para esse tipo de atividade. Sendo assim, essa atividade foi realizada completamente de forma irregular.
Aeronave pousando do lado da Praia de Itaguaré, em Bertioga (SP).
g1 Santos
A prefeitura ressaltou que as Secretarias Municipais de Turismo e Cultura, Meio Ambiente, e Segurança e Mobilidade são responsáveis pelo que ocorre em solo bertioguense. Quando o avião está voando, no entanto, a fiscalização é da Anac.
Procurada, a Polícia Militar disse que não houve acionamento para atender ocorrências relacionadas à aeronave.
O g1 questionou a Anac sobre a procedência do avião e uma possível irregularidade na matrícula. Em nota, a Anac respondeu que, pela imagem, não há como certificar sobre a suposta matrícula da aeronave e que o responsável pelo controle do tráfego aéreo no território brasileiro é o Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea).
VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »