Tecnologia

Assista construção de casa 3D por braço robótico gigante

A Icon criou impressora de construção 3D capaz de construir edifícios de concreto de dois andares. Segundo o New Atlas, ela é mais rápida e barata do que a impressora anterior da marca, a Vulcan.

Ela já foi usada para a construção de estrutura de 8,22 m, chamada Phoenix House, agora em exibição em Austin, Texas (EUA).

Leia mais:

Construção de casa 3D

  • A Icon tornou-se líder na construção de estruturas impressas em 3D;
  • Com a Vulcan 3D, a empresa construiu mais de 130 casas nos EUA e no México;
  • Ela também tem planos de construir o maior bairro impresso em 3D no mundo no Texas;
  • Ainda há planos para construir habitat modelo para Marte para a NASA e desenvolvimento de estruturas 3D baseadas na Lua, como plataformas de pouso, estradas e habitats, como parte do Projeto Olympus.

Com a nova impressora, a Phoenix, a empresa deu mais um salto no universo de impressão 3D. A empresa afirmou que queria criar uma impressora 3D que fosse mais fácil de se configurar e mover de um local para outro, em condições de reduzir a quantidade de operadores e realizar trabalhos maiores com mais rapidez.

A Phoenix consiste em grande braço articulado de movimento livre sobre base giratória, enquanto sua antecessora, a Vulcan, é travada em estrutura de pilar e viga cruzada.

Desafios

Um dos maiores desafios desse projeto foi conseguir chegar na precisão necessária para a construção de estruturas habitáveis. O sistema de estabilização construído pela Icon pode evitar que o bocal de extrusão na extremidade do braço balançasse devido aos seus próprios movimentos ou aos ventos do ambiente.

Além de ser mais móvel, esse sistema consegue lidar com impressão de estruturas ainda maiores, como a Phoenix House, e outras com muito mais andares. Confira um exemplo:

Conforme a empresa, a Phoenix reduz os custos pela metade ante a Vulcan. O custo do sistema será de cerca de US$ 25 (R$ 124,19, em conversão direta)/m² para sistemas de parede, ou US$ 80 (R$ 397,42)/m² para construções que incluam fundação e telhado.

Dessa forma, segundo a Icon, pode ser gerada economia de US$ 25 mil (R$ 124,19 mil) na construção de típica casa estadunidense.

No futuro, acredito que quase toda a construção será feita por robôs, e quase todas as informações relacionadas à construção serão processadas e gerenciadas por sistemas de IA [inteligência artificial]. Está claro para mim que esta é a maneira de reduzir pela metade o custo e o tempo de construção e, ao mesmo tempo, fazer com que as casas sejam duas vezes melhores e que expressem mais fielmente os valores e as esperanças das pessoas que nelas vivem.

Jason Ballard, cofundador e CEO da Icon

Para tanto, a companhia anunciou o Vitruvius, sistema baseado em IA que permite que todas as pessoas projetem uma casa que possa ser construída com a tecnologia 3D da Icon.

O objetivo final do Vitruvius é obter informações humanas e de projeto, além de produzir arquitetura robusta, planos, projetos prontos para licença, orçamentos e cronogramas. O Vitruvius ajudará qualquer pessoa a projetar casas e gerar plantas baixas, renderizações internas e externas em minutos, com base em seus próprios desejos, orçamentos e feedback.

Icon, em comunicado

A Icon afirmou ainda que o Vitruvius será capaz de produzir documentos de construção completos e projetos prontos para licença, bem como orçamentos e cronogramas de construção até o final do ano.

Você já pode testar o Vitruvius beta neste link.

O post Assista construção de casa 3D por braço robótico gigante apareceu primeiro em Olhar Digital.

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »