Geral

7 dicas para prevenir a obesidade em cachorros

A obesidade é um problema que também pode afetar os cachorros, comprometendo sua saúde e bem-estar. Os problemas associados ao excesso de peso nos animais incluem diabetes, doenças cardíacas, problemas articulares, dificuldades respiratórias e redução da expectativa de vida. 

Ao manter os pets em um peso saudável, é possível promover sua saúde e qualidade de vida e garantir que desfrutem de uma vida longa e feliz ao lado de seus tutores. Por isso, a seguir, confira 10 dicas para prevenir a obesidade em cachorros!  

1. Alimentação balanceada e adequada 

Forneça uma dieta equilibrada e adequada às necessidades nutricionais do cachorro, pois isso é importante para ajudar na prevenção da obesidade. Comida de qualidade, em quantidade apropriada e sem excesso de gordura e calorias são necessárias para manter o animal com um peso saudável.  

“Caso a ração pela qual o tutor optou não seja a ideal para ele, existem outras sugestões no mercado para diferentes níveis de atividade, específicas para raças e até para animais castrados”, explica Thaís Matos, veterinária da DogHero. 

2. Controle das porções 

Não superalimente o animal e siga as instruções do fabricante da ração em relação a quanto alimento o cão deve consumir com base em seu peso e idade. Isso porque manter a quantidade certa de comida limita a quantidade de calorias ingeridas e previne o ganho de peso indesejado. 

3. Frequência e horários das refeições 

Estabeleça horários regulares para as refeições do cachorro e evite alimentá-lo com petiscos em excesso entre as refeições. Isso ajuda a controlar seu apetite e prevenir a obesidade. Além disso, muitos petiscos comerciais são ricos em calorias e gorduras, contribuindo para o ganho de peso excessivo. 

“A alimentação sem um horário certo, ou à vontade, também pode aumentar as chances de obesidade dos pets, assim como aquele petisco, ou a sobra do nosso almoço, pode prejudicar bastante a saúde deles. O médico veterinário pode indicar a dieta ideal, mesmo que ela inclua uma ração dietética”, orienta Thaís Matos. 

Brincar com o cachorro regularmente ajuda a gastar energia e evitar a obesidade Imagem: Gorodenkoff | ShutterStock

4. Exercício físico regular 

Garanta que o cachorro faça exercícios suficientes adequados à sua idade, porte e condição física. Passeios diários, brincadeiras e atividades como corrida, natação ou agility ajudam a queimar calorias e a manter o peso saudável do animal. 

5. Estimulação mental 

Além das atividades físicas, ofereça ao cachorro estímulos mentais por meio de brinquedos interativos, jogos de inteligência e treinamento de obediência. Isso ajuda a evitar comportamentos alimentares impulsivos devido ao tédio. 

6. Monitoramento do peso corporal 

Mantenha um controle regular do peso corporal do seu cachorro, pesando-o com frequência e acompanhando sua condição física. Se o animal ganhar peso de maneira significativa, ajuste a dieta e o nível de atividade física adequadamente, para evitar a obesidade.  

7. Atenção a idade e condição de saúde 

Dependendo da idade, raça e condições de saúde, seu cachorro pode precisar de uma dieta e de um nível de atividade física determinado para evitar a obesidade. Por exemplo, filhotes em crescimento, cães idosos e aqueles com doenças podem precisar de cuidados especiais para prevenir o sobrepeso.  

“Em cães, por exemplo, buldogues franceses e pugs têm o corpo mais ‘redondo’ e maciço que malteses e lhasa apsos. […] Nesse contexto, tanto a realização de exames preventivos como o check-up anual continuam sendo as melhores alternativas para prevenir doenças e obesidade”, orienta Thaís Matos. 

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »