Geral

5 filmes impressionantes dirigidos por mulheres

A indústria cinematográfica tem sido historicamente dominada por homens, o que resulta em desafios significativos para as mulheres que buscam encontrar seu lugar e voz dentro desse universo. A batalha por representação e reconhecimento mostra-se uma luta contínua, na qual as cineastas enfrentam obstáculos muitas vezes intransponíveis.

No entanto, apesar das adversidades, mulheres talentosas têm deixado sua marca no cinema, criando obras poderosas e impactantes que desafiam as normas estabelecidas e redefinem narrativas. Assim, destacamos, a seguir, 5 filmes dirigidos por mulheres que você não pode deixar de assistir.

“Que Horas Ela Volta?” conta a jornada de uma empregada doméstica confrontando as complexidades das relações de classe e família Imagem: Reprodução digital | África Filmes e Globo Filmes

1. Que Horas Ela Volta? (2015)

Em “Que Horas Ela Volta?”, dirigido por Anna Muylaert, somos apresentados à história comovente e complexa de Val, uma mulher pernambucana que se desdobra entre os papéis de mãe e empregada doméstica em São Paulo. Há treze anos, ela deixou sua filha, Jéssica, no interior de Pernambuco para trabalhar como babá na casa de seus patrões, dedicando-se inteiramente ao filho deles, Fabinho. No entanto, quando a garota decide seguir os passos da mãe e viaja para São Paulo para prestar o vestibular, as dinâmicas familiares começam a se transformar. 

Os patrões de Val, inicialmente acolhedores, se veem confrontados com a presença marcante e desafiadora de Jéssica, que se recusa a se submeter às normas sociais e comportamentais impostas pela hierarquia doméstica. Conforme a jovem desafia as expectativas e limites, as tensões entre patrões e empregados alcançam um ponto de ebulição, revelando as complexidades das relações de poder, classe e família no Brasil contemporâneo.

Onde assistir: Netflix, Globoplay e Prime Video.

“Os Renegados” narra um mistério que se desenrola quando o corpo de uma jovem é encontrado Imagem: Reprodução Digital | MK2 Diffusion

2. Os Renegados (1985)

“Os Renegados”, dirigido por Agnès Varda, transporta os espectadores para o gelado inverno no sul da França, onde a descoberta do corpo de uma jovem, Mona, em um fosso, desencadeia uma investigação sobre sua vida e seus últimos dias como uma andarilha solitária pelas estradas do país. 

À medida que os detetives mergulham na história de jovem, são os encontros e as interações com pessoas ao longo de sua jornada que revelam pistas sobre sua verdadeira identidade e os eventos que a levaram à sua trágica morte. Cada encontro, cada conversa, pinta um retrato fragmentado e intrigante de Mona, deixando os espectadores imersos em um quebra-cabeça complexo de mistério e tragédia.

Onde assistir: Mubi.

Em “Amor Maldito” acompanhamos um romance proibido que desencadeia em uma tragédia Imagem: Reprodução Digital | A. F. Sampaio, Produções Artísticas e Gaivota Filmes

3. Amor Maldito (1984)

Adélia Sampaio foi a primeira diretora negra a dirigir um longa-metragem no Brasil. Baseado numa história real, o filme narra a vida turbulenta e comovente de Fernanda e Sueli, duas mulheres que desafiam convenções ao se entregarem a um amor intenso e proibido. A primeira, uma executiva determinada, e a segunda, uma ex-miss cativante, encontram nos braços uma da outra um refúgio contra um mundo que as julga. 

No entanto, quando Sueli se vê presa em um relacionamento amoroso tumultuado e acaba engravidando do amante que a abandona, as sombras do desespero se abatem sobre elas. Além disso, o destino trágico se desenha quando ela, num ato desesperado, põe fim à própria vida, deixando Fernanda às voltas com acusações de um crime que não cometeu.

Onde assistir: YouTube.

“Priscilla” narra a história do relacionamento tumultuado entre Elvis e Priscilla Presley Imagem: Reprodução Digital | Sony Pictures, Stage 6 Films e Mubi

4. Priscilla (2023)

Essa é uma jornada íntima e emocionante que nos leva aos bastidores do relacionamento de um dos casais mais icônicos da história da música: Elvis e Priscilla Presley. Dirigido por Sofia Coppola, o filme é baseado no livro autobiográfico “Elvis e Eu”, escrito por Priscilla Presley, e traz à vida o ponto de vista único da mulher.

A história nos transporta para o momento em que a jovem conhece o lendário astro do rock em uma festa, quando ela ainda era apenas uma adolescente. O que começa como uma paixão embalada por parceria e vulnerabilidade, logo se torna um turbilhão emocional quando Elvis revela um lado de sua personalidade que vai além do ídolo adorado pelo público.

Onde assistir: Mubi.

“Monster – Desejo Assassino” apresenta a história da primeira serial killer dos EUA, retratada em uma jornada de tragédia e violência Imagem: Reprodução Digital | Newmarket Films

5. Monster – Desejo Assassino (2003)

Em “Monster – Desejo Assassino”, dirigido por Patty Jenkins, somos imersos na história brutal e angustiante de Aileen Wuornos, uma mulher marcada por um passado de abusos e traumas que a levou a uma vida de prostituição desde a adolescência. Interpretada por Charlize Theron, Aileen está à beira do abismo quando encontra Selby, uma jovem interpretada por Christina Ricci, com quem desenvolve um relacionamento intenso e complicado. 

Uma noite fatídica, após ser agredida por um cliente, Aileen acaba cometendo um assassinato, desencadeando uma espiral de violência que a transforma na primeira serial killer dos Estados Unidos. À medida que os crimes se acumulam, ela e Selby se veem envolvidas em um jogo mortal de gato e rato com a lei, enfrentando as consequências devastadoras de suas escolhas.

Onde assistir: Max e Prime Video.

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »