Brasil

Defesa de Bolsonaro quer entregar em mãos explicações sobre estadia na Embaixada da Hungria

Encerra-se nesta quarta-feira (27) as 48 horas que o ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal), estabeleceu à defesa do ex-presidente Jair Bolsonaro para explicar as imagens dele na embaixada da Hungria. Após o alinhamento da defesa de Bolsonaro, uma maneira rápida e habitual de enviar esse tipo de justificativa é inserir no sistema eletrônico do STF (Supremo Tribunal Federal). Entretanto, os advogados do ex-presidente pretendem ir até a sala do ministro para efetuar a entrega presencialmente. Além disso, desejam deixar claro que não havia nenhum planejamento de fuga de Bolsonaro nesse momento e que ele apenas atendeu a um convite da embaixada. E, ao aceitar, permaneceu por esses dias (entre 12 e 14 de março) para aprofundar sua relação com a outra nação.

cta_logo_jp
Siga o canal da Jovem Pan News e receba as principais notícias no seu WhatsApp!

A defesa de Bolsonaro ainda alega que não existia nenhuma pretensão de o ex-presidente ser o alvo de uma nova operação da Polícia Federal, já que, quatro dias antes, havia sido alvo de uma operação no Rio de Janeiro, devido ao seu passaporte ter sido retido. Um de seus advogados chegou na capital federal pela manhã e está aguardando se a resposta será aceita pelo STF. Caso não for aprovado, o envio terá que ser virtual.

*com informações do repórter Bruno Pinheiro

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »