Geral

Dorival Jr. elogia bom início da seleção: ‘Resposta além do que imaginávamos’

Os resultados conquistado pelo Brasil nos dois últimos amistosos na Europa, que marcou o início da era Dorival Júnior à frente da Seleção Brasileira, rendeu elogios do treinador, que se disse surpreso com esse bom começo. Foi uma vitória de 1 a 0 contra a Inglaterra, e um empate em 3 a 3 diante da Espanha. “Sempre imaginei que uma equipe tem de ter equilíbrio de jovialidade com experiência. E tudo aconteceu no mesmo momento. Tivemos selecionáveis que não puderam vir, nos reunidos há 9 dias e acredito que pelo pouco tempo, as respostas foram muito mais positivas que negativas”, afirmou Dorival Júnior, lembrando das trocas e dos desfalques.

cta_logo_jp
Siga o canal da Jovem Pan Esportes e receba as principais notícias no seu WhatsApp!

“Dois adversários duríssimos, complicados, que fatalmente estarão em fases decisivas da próxima Copa do Mundo, e se Deus quiser o Brasil também, e tivemos uma experiência muito importante para esse primeiro contato. Esse elenco jovem deu resposta além do que imaginávamos”. A seleção de Dorival tinha um pouco de desconfiança com os resultados por causa da convocação com muitas novidades e trocas de peças experientes por lesão, casos de Casemiro, Ederson e Martinelli.  Além de vibrar com o resultado, Dorival Júnior elogiou Endrick, contudo voltou a pregar cautela com o jovem atacante de apenas 17 anos para não queimar etapas e não jogar um peso desnecessário em suas costas.

“Acho que é um garoto que promete muito, que vem em uma crescente há algum tempo, foi o protagonista dos momentos finais do Campeonato Brasileiro do ano passado, fazendo partidas decisivas e brilhantes”, elogiou. “Temos de tomar cuidados suficientes para que tenhamos os grandes e que ele siga decisivo como vem sendo. Tem uma característica única de estar a todo momento com bom chute pela posição e sua mobilidade. E pela própria sensibilidade de área que possui. Se completar a formação tende a se tornar um jogador diferenciado”.  O amistoso entre Espanha e Brasil foi uma campanha contra o racismo. Durante entrevista, Dorival não deixou de voltar a defender Vinícius Júnior, pelos insultos que tem sofrido em solo espanhol, e se mostrou preocupado com o psicológico de sua estrela e quer mais carinho para o ponta do Real Madrid seguir brilhando nos gramados.

“Sobre o racismo tudo ficou comprovado hoje (o jogador foi aplaudido). A gente pede é que as autoridades tenham uma atitude mais direta, que o Ministério Público espanhol possa atuar rapidamente quando os fatos acontecerem. Racismo não cabe a lugar nenhum, em situação nenhuma. Vinícius vem tendo um ano complicado por todas essas agressões criminosas que vem sofrendo”, disse o técnico, indignado. “Espero que ele continue trabalhando e melhorando no seu clube a sua capacidade de se encontrar em curtos espaços, na velocidade e na execução de momentos inesperados, talvez o ponto mais positivo de sua carreira. Espero que não perca isso, o improviso, a busca por soluções rápidas que encontra caminhos para definições de resultados”.

*Com informações do Estadão Conteúdo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »