Brasil

Jair Renan Bolsonaro vira réu por lavagem de dinheiro e falsidade ideológica

Jair Renan Bolsonaro (PL), filho 04 do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), virou réu na Justiça e vai responder à ação penal pelos crimes de falsidade ideológica, uso de documento falso e lavagem de dinheiro. Renan é acusado de usar uma declaração de faturamento falsa da empresa RB Eventos e Mídia para conseguir empréstimos bancários ao longo dos anos de 2022 e de 2023. Ele também deu um calote no banco. A denúncia foi feita pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), e, agora, recebida pela 5ª Vara Criminal de Brasília.

cta_logo_jp
Siga o canal da Jovem Pan News e receba as principais notícias no seu WhatsApp!

A investigação da Polícia Civil apontou para a existência de uma associação criminosa cuja estratégia para obter indevida vantagem econômica conta com o uso de um “laranja” para se ocultar o verdadeiro proprietário das empresas de fachada. Procurada, a defesa de Jair Renan informou que não faz comentários em “questões penais ou politicamente sensíveis”.  Além de Jair Renan, o instrutor de tiros Maciel Alves de Carvalho também responde pelos crimes.

Inicialmente, a empresa conseguiu um empréstimo de R$ 157 mil com os documentos supostamente falsos. Depois, em 2023, obteve novos empréstimos de R$ 251 mil e R$ 291 mil. Em dezembro do ano passado, o banco Santander entrou com uma ação de cobrança na Justiça do Distrito Federal contra Jair Renan, Maciel Carvalho e a RB Eventos e Mídia no valor de R$ 360 mil, referente a esses empréstimos que não foram quitados.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »