Brasil

Governo autoriza aumento de até 4,5% nos preços dos medicamentos

O preço dos medicamentos terá um aumento de até 4,5% a partir deste domingo (31), de acordo com a autorização do governo federal. O reajuste foi definido pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamento (CMED) e publicado no Diário Oficial da União (DOU). Esse percentual funciona como um limite máximo para o aumento. O ajuste anual dos preços dos remédios é baseado no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que acumulou 4,5% nos últimos 12 meses até fevereiro. As empresas detentoras de registro de medicamentos têm até 15 dias após a publicação da resolução para realizar os ajustes de preços, conforme orientações da CMED.

cta_logo_jp
Siga o canal da Jovem Pan News e receba as principais notícias no seu WhatsApp!

Diferentemente de anos anteriores, em 2024 não haverá distinção de aumento em três faixas, indicando medicamentos por meio da competitividade do mercado. A resolução da CMED estabeleceu outros índices, como produtividade do setor e custos de produção. A recomposição anual de preços pode ser aplicada em cerca de 10 mil apresentações de medicamentos disponíveis no mercado varejista brasileiro. Apesar do reajuste autorizado pelo governo, a aplicação imediata do aumento não é garantida, pois depende de cada farmácia e da indústria farmacêutica. O Sindusfarma recomenda que os consumidores pesquisem as melhores ofertas.

Publicada por Felipe Cerqueira

*Reportagem produzida com auxílio de IA

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »