Geral

Bombeiros retomam buscas por piloto após queda de avião em serra de Jundiaí

O Corpo de Bombeiros de Jundiaí, no interior de São Paulo, anunciou na manhã deste sábado (30), a retomada às buscas pelo piloto do avião de pequeno porte que caiu na Serra do Japi, região de Jundiaí. Os destroços da aeronave foram encontrados na noite de sexta-feria (29), mas o piloto Angelo Pucci Filho não estava no local. A busca pelo comandante foram paralisadas na noite de ontem devido à falta de visibilidade.

cta_logo_jp
Siga o canal da Jovem Pan News e receba as principais notícias no seu WhatsApp!

A Força Aérea Brasileira (FAB) informou em nota, que o avião, de asa fixa e bimotor, prefixo PT-WLP, modelo PA-34-220T, estava a caminho do Aeroporto Campo de Marte, na zona norte de São Paulo (SP). A aeronave decolou do Aeroporto Estadual Comandante Rolim Adolfo Amaro, em Jundiaí, na quinta-feira (28), mas após a decolagem, o piloto Angelo Pucci Filho, de 44 anos, único ocupante da aeronave, informou que iria retornar para a cidade do interior devido à inoperância do aeródromo de destino. Segundo o Comando de Aviação da Polícia Militar, havia óleo na pista do aeroporto da capital paulista, por isso a aeronave não pousou e retornou para Jundiaí, quando desapareceu. O avião pertence a uma empresa de importação e exportação. A Defesa Civil informou na sexta-feira, que a região onde o avião desapareceu está sofrendo com a entrada da umidade do oceano, que, somada ao calor, provoca algumas chuvas isoladas e um aumento na quantidade de nuvens. De acordo com os bombeiros de Jundiaí os trabalhos de busca estão concentrada no Sítio Rosan Beija Flor, próximo à Estrada da Laranja Azeda. Equipes da FAB, o Águia 10, do Comando de Aviação da Polícia Militar (CAvPM), que saiu da base de Campinas, e o SAT 7, da Polícia Civil, atuam nas buscas.

Publicado por Heverton Nascimento

*Reportagem produzida com auxílio de IA

 

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »