Geral

Governo quer cota para mulheres no comando de estatais

O governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) quer criar cotas para a participação de mulheres em cargos de liderança em estatais. O projeto é liderado por Esther Dweck, do Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos, que já iniciou o diálogo com algumas empresas, segundo informa a colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo. A proposta inicial é estabelecer uma cota mínima de participação feminina nas diretorias das empresas.

cta_logo_jp
Siga o canal da Jovem Pan News e receba as principais notícias no seu WhatsApp!

Um levantamento da pasta, realizado em 59 empresas estatais —44 de controle direto e outras 15 com estrutura de governança própria, apurou que a representatividade das mulheres em cargos de liderança nas empresas estatais aumentou significativamente no último ano. No fim do governo anterior, a participação feminina nas diretorias estava em 14%, mas subiu para 21,49% até dezembro de 2023, após um ano da gestão petista. Já nos conselhos de administração das estatais, a participação de mulheres é ainda maior. Elas ocupam agora 24% dos cargos, enquanto em dezembro de 2022 esse índice era de 20%.

 

 

 

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »