Guarujá

Menor é solto após contar à polícia que atirou correntes de ouro roubadas no mar para Iemanjá; VÍDEO


Adolescente foi filmado por uma Câmera de Monitoramento, levado à delegacia, reconhecido, mas como não estava com os itens roubados foi liberado na presença dos responsáveis. Em depoimento, o menor disse que se livrou das joias porque eram de ‘ferro’. O caso aconteceu em Guarujá (SP). Adolescente é apreendido por roubar correntes de ouro em Guarujá
Um adolescente, de 15 anos, apreendido por roubar duas correntes de ouro em Guarujá, no litoral de São Paulo, disse à polícia ter atirado as joias no mar ‘para Iemanjá’ porque seriam de ferro. Conforme apurado pelo g1, ele foi liberado na presença dos responsáveis por não estar com os objetos roubados. Uma das vítimas o reconheceu e disse às autoridades policiais que a joia estava avaliada em R$ 5 mil.
✅Clique aqui para seguir o canal do g1 Santos no WhatsApp.
Ambos os crimes ocorreram na Avenida Marechal Deodoro da Fonseca, na quinta (28) e sexta-feira (29). Na primeira ação, de acordo com boletim de ocorrência, um homem foi assaltado enquanto caminhava em direção ao shopping acompanhado de uma funcionária e o cachorro, que se assustou, correu para a a rua e quase foi atropelado.
A vítima contou em depoimento que o adolescente a abordou e puxou a corrente à força, deixando escoriações no pescoço. Ela reagiu correndo atrás do menor, mas não o alcançou. Era dele o item de ouro avaliado em R$ 5 mil.
Já na manhã de sexta-feira (29), uma mulher foi roubada por um trio na mesma avenida. Nas imagens, obtidas pelo g1, é possível ver o adolescente arrancando o objeto do pescoço da vítima, que mexia em um carrinho de um bebê com uma amiga. Ele e outros dois suspeitos fugiram em bicicletas.
Leia também:
BILHETE PREMIADO: Idosa enganada por estelionatários paga R$ 42 mil por ‘bilhete premiado’ de R$ 300 mil
TRAUMATISMO: Enfermeiro atingido por homem que caiu do 2º andar de shopping só descobriu a situação ao recobrar a consciência
SEM PÁSCOA: Mulher morta por bala perdida em ação da PM voltava para casa com chocolates de Páscoa para filhos
Apreensão
É possível ver o adolescente arrancando o objeto do pescoço da vítima
Reprodução
De acordo com a Prefeitura de Guarujá, uma equipe da Guarda Civil Municipal (GCM) realizava patrulhamento pela região quando avistou três suspeitos em bicicletas na Praça dos Expedicionários, na Praia de Pitangueiras, infringindo a Lei Municipal 2444/95.
Assim que se aproximaram para orientá-los, dois deles fugiram. O que ficou foi abordado.
Uma equipe de apoio foi destinada ao local e disse que o jovem teria roubado uma corrente de ouro, na última quinta-feira (28). Eles o conduziram até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Rodoviária e, em seguida, à Delegacia de Polícia Sede de Guarujá.
Os agentes iniciaram os trabalhos para identificar a vítima de quinta-feira (28), mas não tiveram sucesso. Durante as buscas, profissionais de um condomínio na região citaram o crime contra a mulher, na sexta-feira (29). Os guardas viram as imagens das câmeras e reconheceram o menor.
O vítima de quinta-feira (28) foi identificado posteriormente. Ela compareceu à delegacia e reconheceu o adolescente como o autor do roubo.
Por conta disso, o adolescente não foi preso em flagrante. Questionado sobre os objetos subtraídos, o jovem disse que correntes eram de ferro e não tinham valor, e então as lançou no mar.
Segundo apurado pelo g1, a mulher que aparece no vídeo compareceu à delegacia e também reconheceu o adolescente como autor do crime. As investigações seguem para identificar os demais suspeitos envolvidos nos crimes e localizar os objetos subtraídos.
VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »