Geral

Vilão da Marvel é condenado a um ano de reabilitação após violentar ex-namorada

Jonathan Majors, ator conhecido por participar como vilão do universo Marvel, foi condenado a um ano de reabilitação por caso de violência doméstica contra a ex-namorada, Grace Jabbari. A decisão foi após a justiça o considerar culpado de agressão e assédio. Majors cumprirá 52 semanas de um curso especializado, inicialmente presencial, em Los Angeles, onde mora. Há a possibilidade das sessões passarem a ser online futuramente, conforme noticiou a “Variety”. O ator deverá continuar com a suas sessões de terapia e reportar os avanços à justiça. Outra medida do caso foi a ordem de restrição permanente, proibindo qualquer contato do ator com a ex-namorada, conforme pedido do juiz. Caso ele não siga nenhuma das condições ou cometer novas infrações criminais, ele pode ser penalizado com prisão. A decisão foi anunciada pelo juiz Michael Gaffey em Manhattan, quase quatro meses depois de Jonathan ser considerado culpado. Originalmente prevista para janeiro, a sentença foi adiada para este mês por recursos da defesa que foram posteriormente rejeitados.

cta_logo_jp
Siga o canal da Jovem Pan News e receba as principais notícias no seu WhatsApp!

Meagan God, atual namorada do ator, compareceu ao lado de Majors no dia da audiência, além dele ter recebido o apoio de familiares e amigos presentes. Grace Jabbari, ex-namorada de Majors, também esteve no tribunal e, em suas falas, se mostrou descrente do arrependimento e mudança do ator, insinuando a possibilidade de reincidência no comportamento agressivo. O juiz explicou que o ator não foi preso por não apresentar antecedentes criminais, mesmo a gravidade das acusações resultarem em até um ano de prisão. Majors foi preso em março de 2023 após um incidente com Jabbari. Ele negou as acusações de agressão. A defesa do ator tentou inverter a situação e até alegou que a ex-namorada era a agressora na situação, mas sem sucesso. Jonathan foi desligado da Marvel, perdeu o apoio da sua empresa de gerenciamento e assessoria de imprensa, além de ter uma carreira incerta pela frente.

*Com informações do Estadão Conteúdo

 

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »