Tecnologia

Como escolher Smart TV de 32″


Tamanho é a menor tela que pode ser encontrada nas lojas on-line com recursos de conectividade para ver streaming. Saiba no que prestar atenção na hora da compra. Guia de Compras: Smart TVs de 32 polegadas
Veronica Medeiros/g1
Escolher uma Smart TV pequena e mais barata significa ficar preso a um tamanho de tela: 32 polegadas.
Esse é o menor tamanho de televisores conectados que dá para encontrar nas lojas da internet. Existem telas menores? Sim, de 24″ ou 29″, mas sem possibilidade de ver streaming ou espelhar o conteúdo do celular.
✅Clique aqui para seguir o canal do Guia de Compras do g1 no WhatsApp
O Guia de Compras selecionou 10 modelos de TVs conectadas de 32”.
O diferencial entre essas telas fica por conta do sistema operacional instalado na TV, que vai dar acesso aos principais serviços de streaming.
Os fabricantes citam que os painéis de 32” são a “porta de entrada” da TV conectada – e que muita gente ainda tem modelos de tecnologias obsoletas, de tubo, em casa.
Os preços dessa categoria de produtos também são bastante parecidos, na faixa entre R$ 1.100 e R$ 1.500 nas lojas on-line consultadas em maio.
A única exceção é um modelo da Samsung feito para pendurar na parede e que parece um quadro, que custava na faixa dos R$ 2.300.
Outros guias:
TV: 5 dicas para limpar a tela
TELEVISOR DO MILHÃO: como são os modelos gigantes que custam muito caro
TVs 4K: entenda as tecnologias usadas nas telas
TODOS OS GUIAS
Veja a lista a seguir e, ao final da reportagem, as dicas para prestar atenção na hora da compra.
Televisores de 32″ com resolução HD
Aiwa AWS-TV-32-BL-02-A
AOC 32S5135/78G Roku TV
LG 32LQ620BPSB
Multi TL062M
Philco PTV32G70RCH
Philips 32PHG6918
Samsung 32T4300
Toshiba TB016M
Televisores de 32″ com resolução Full HD
Samsung The Frame QLED LS503C
TCL S5400A
No que prestar atenção na hora da compra
RESOLUÇÃO: TVs de 32” têm, por padrão, resolução HD (720p), que é mais que suficiente para ver em boa qualidade vídeos no streaming em alta definição.
Poucos modelos disponíveis nas lojas on-line têm resolução Full HD (1080p), que é maior, mas a diferença é pouco perceptível ao olho humano.
A TCL é a única marca que oferece apenas telas com resolução Full HD nesse tamanho.
TECNOLOGIA DE TELA: as TVs de 32” utilizam, por padrão, painéis LED, os mais básicos. Isso ocorre para deixar os produtos mais baratos e acessíveis – a única exceção é a Samsung The Frame, que usa tecnologia QLED (e por isso é mais cara).
SISTEMA OPERACIONAL: as TVs conectadas precisam rodar um sistema que dê acesso aos aplicativos dos principais serviços de streaming e permita baixar novos apps e até games.
“Quando as TVs são muito parecidas no design, com telas com bordas finas, a diferença entre os produtos fica no sistema operacional”, explica Bruno Morari, diretor de marketing e produtos da TPV (dona da AOC e da Philips).
Cada fabricante usa um ou vários sistemas distintos de acordo com o modelo do televisor. A divisão por marca fica assim:
Android TV: Aiwa, Multi
Google TV: Philips, TCL
Roku TV: AOC, TCL, Philco
Tizen: Samsung
Vidaa: Toshiba
WebOS: LG
Vale notar que Android TV e Google TV são bastante parecidos, mas o Google TV é a versão mais recente oferecida aos fabricantes. “Tudo que tem de serviços no celular Android se conecta com a TV”, explica Nikolas Corbacho, gerente de produtos da TCL Semp.
RECURSOS ADICIONAIS: Marcas como LG, TCL e Samsung também oferecem canais de streaming gratuitos.
Comandos de voz pelo controle remoto estão presentes apenas em alguns modelos, mas alguns deles permitem o uso dos “mordomos digitais”, como Google Assistente e Amazon Alexa, por um app do celular.
“A TV conectada, mesmo com 32”, também serve como parte da casa inteligente”, lembra Igor Krauniski, gerente de produtos sênior da LG. Desse modo, dá para comandar lâmpadas ou câmeras conectadas com auxílio da TV, por exemplo.
Esta reportagem foi produzida com total independência editorial por nosso time de jornalistas e colaboradores especializados. Caso o leitor opte por adquirir algum produto a partir de links disponibilizados, a Globo poderá auferir receita por meio de parcerias comerciais. Esclarecemos que a Globo não possui qualquer controle ou responsabilidade acerca da eventual experiência de compra, mesmo que a partir dos links disponibilizados. Questionamentos ou reclamações em relação ao produto adquirido e/ou processo de compra, pagamento e entrega deverão ser direcionados diretamente ao lojista responsável. 
Como é assistir TV nas telas que custam muito caro

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »