Guarujá

Cachorro morre e motoboy perde a perna em acidente de trânsito no litoral de SP: ‘eu quero andar’


Homem foi buscar um pedido, quando bateu no animal em São Vicente (SP). Ele precisou amputar o membro inferior esquerdo e está internado em um hospital de Santos (SP), sem previsão de alta médica. Motoboy teve que amputar a perna esquerda após colidir com um cachorro em São Vicente (SP)
Arquivo pessoal
Um cachorro morreu e um motociclista teve a perna esquerda amputada após um acidente de trânsito em São Vicente, no litoral de São Paulo. Leandro Kawanami Louback, de 25 anos, está internado em um hospital de Santos (SP) e sonha em conseguir uma prótese para voltar à rotina, assim que receber alta médica.
✅ Clique aqui para seguir o novo canal do g1 Santos no WhatsApp.
“Eu não me sinto 100% bem porque falta um membro meu, mas eu tenho fé de que vai dar tudo certo e eu vou conseguir me reabilitar”, afirmou o homem, que trabalha como motoboy há três meses e tem duas filhas, de 2 e 3 anos.
Leandro foi buscar um pedido em um restaurante no Centro da cidade. Ele estava na Rua Campos Salles, quando o cão correu para o meio da via. “Infelizmente, o cachorro apareceu na frente e eu não tive como desviar. Eu não estava correndo, mas era noite, chuva e o cachorro escuro”, lembrou.
O motoboy atropelou o cão e bateu no poste de uma placa de trânsito. Leandro afirmou à equipe de reportagem que estava consciente e chegou a tentar se levantar, mas percebeu que a perna esquerda estava quebrada.
Socorro
A Prefeitura de São Vicente informou que o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado na terça-feira (14) e encontrou Leandro com uma fratura exposta na perna esquerda. O homem foi levado ao Hospital do Vicentino, onde precisou passar por uma cirurgia de amputação.
A camareira e sogra da vítima, Elaine de Almeida Pinho, de 49 anos, contou à equipe de reportagem que a família está em estado de choque. “Os médicos falaram para gente que ele teve muita hemorragia e precisaria amputar a perna toda para salvar a vida dele”, disse ela.
A administração municipal explicou que o paciente foi transferido para o Hospital Beneficência Portuguesa, em Santos (SP), na quinta-feira (16). Questionada pelo g1, a unidade de saúde disse não passar informações sobre pacientes em cumprimento a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).
Um dia depois do acidente, de acordo com Elaine, um familiar foi até o local e encontrou o cão dentro de um saco. A prefeitura afirmou que o corpo foi retirado oito minutos após o acionamento, no dia seguinte ao ocorrido, na quarta-feira (15). Não há informações se o animal estava em situação de rua.
Motoboy está internado após colidir em cachorro e poste de placa
Arquivo pessoal
Prótese
A família de Leandro luta para comprar uma prótese e garantir uma qualidade de vida ao motoboy. “Ele estava indo conseguir um ganha pão e não imaginou que, em questão de um minuto, a vida dele ia mudar. [Até ele se recuperar], será só a minha filha para sustentar a casa”, explicou a sogra.
Leandro está no último ano do curso de técnico de enfermagem. Ele alugou uma moto para trabalhar com entregas de aplicativo e conseguir ter um horário mais flexível até a formatura. O objetivo era ter mais tempo para se dedicar às filhas, que são o maior incentivo para se recuperar.
“Eu quero andar com as minhas filhas, levá-las para escola e passear no parque, como a gente fazia antes […]. Eu vou conseguir estar junto da vida da minha família, com ou sem a perna. Mas, vou viver melhor com uma prótese”, finalizou ele.
VÍDEOS: g1 em 1 minuto Santos

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »