Tecnologia

Ex-alunos do MIT roubaram milhões em criptomoedas em apenas 12 segundos

Dois ex-alunos do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) foram presos esta semana acusados de roubar US$ 25 milhões em criptoativos em apenas 12 segundos. A dupla teria adulterado o blockchain Ethereum em um esquema que colocou em risco a própria segurança da tecnologia de criptomoedas.

Leia mais:

Roubo de criptomoedas

A acusação foi feita pelo Departamento de Justiça dos Estados Unidos. O procurador Damian Williams afirmou em comunicado que o esquema foi tão sofisticado que “coloca em questão a própria integridade do blockchain”.

Os acusados são os irmãos Anton (24) e James Peraire-Bueno (28). Ambos estudaram no MIT e foram presos na terça-feira (14) acusados de fraude eletrônica e conspiração para cometer lavagem de dinheiro. Foram US$ 25 milhões (cerca de R$ 128 milhões) em criptoativos roubados em cerca de 12 segundos.

Os irmãos, que estudaram ciência da computação e matemática em uma das universidades mais prestigiadas do mundo, supostamente usaram suas habilidades especializadas e educação para adulterar e manipular os protocolos nos quais milhões de usuários Ethereum em todo o mundo. E depois que eles colocaram seu plano em ação, o assalto levou apenas 12 segundos para ser concluído.

Damian Williams, procurador dos Estados Unidos, em comunicado

(Imagem: Lightboxx/Shutterstock)

Como o golpe aconteceu

  • Segundo o Ars Technica, o esquema teria começado em dezembro de 2022, quando os irmãos ainda estudavam no MIT;
  • Eles teriam confiado em suas “habilidades especializadas” e experiência em criptografia para obter acesso a “transações privadas pendentes” na blockchain, alterar o acesso e roubar as criptomoedas;
  • Conforme o Departamento de Justiça, o esquema funcionou explorando vulnerabilidades do sistema da blockchain Ethereum, um sistema de transferência de criptomoedas e outros ativos digitais;
  • Quando as vítimas tomaram conhecimento do roubo, tentaram solicitar a devolução, mas os irmãos teriam negado e escondido o dinheiro roubado;
  • Antes do golpe, o histórico dos investigados mostrou que eles estudaram medidas para esconder os roubos, incluindo a criação de empresas fachadas e trocas em sistemas de criptomoedas estrangeiras.

Como o roubo foi descoberto?

As autoridades responsáveis pela investigação eram especializadas em criptomoedas e disseram que “simplesmente seguiram o dinheiro”. Cada irmão enfrenta uma pena máxima de 20 anos de prisão para cada acusação.

O post Ex-alunos do MIT roubaram milhões em criptomoedas em apenas 12 segundos apareceu primeiro em Olhar Digital.

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »