Brasil

Centro de Porto Alegre vira lixão a céu aberto após água baixar

A redução do nível do rio Guaíba no final de semana resultou em uma cena desoladora no Centro Histórico de Porto Alegre. O cenário agora é de ruas repletas de entulho e um forte odor de lixo pairando no ar. Colchões, móveis, sofás e diversos objetos destruídos pela enchente se acumulam em esquinas e fachadas de prédios da capital gaúcha. Na rua Washington Luiz, a água chegou a atingir 1,5 metro de altura, deixando moradores e comerciantes em estado de choque. Alguns proprietários de apartamentos já manifestaram a intenção de não retornar devido aos estragos causados pela inundação. Enquanto isso, a limpeza dos locais afetados teve início nesta segunda-feira (20).

cta_logo_jp
Siga o canal da Jovem Pan News e receba as principais notícias no seu WhatsApp!

Com a abertura de três comportas no domingo (19) para escoar a água de volta ao Guaíba, o centro da capital gaúcha começou a secar. No entanto, as ruas da Cidade Baixa, conhecido bairro boêmio de Porto Alegre, também foram afetadas pela presença de lixo e lama. Caminhões da prefeitura já estão atuando na remoção dos resíduos. A rodoviária da cidade, que estava fechada há algumas semanas, agora está tomada pela lama, atingindo o nível da calçada em determinadas áreas. Apesar da situação, o nível do rio ainda oscila e registrou um aumento, alcançando 4,32 metros às 7h15 desta segunda-feira (20), de acordo com a ANA (Agência Nacional da Águas).

Publicada por Felipe Cerqueira

*Reportagem produzida com auxílio de IA

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »