Tecnologia

Incidência de câncer cresce entre mais jovens; veja motivos

Um estudo publicado na BMJ Oncology tem preocupado especialistas: a incidência de câncer tem crescido entre pessoas mais jovens. O grupo, que, antes, não era considerado de risco, viu aumento de 79% nos casos da doença, na contramão da incidência em pessoas mais velhas. Obesidade, consumo de carne e uso prolongado de antibióticos podem ser fatores de risco.

Câncer tem se tornado mais comum entre pessoas mais jovens

O estudo mostra aumento de 79% dos casos de câncer em adultos jovens. No entanto, segundo Jorge Sabbaga, da Oncologia Clínica do Instituto do Câncer, isso vem na contramão dos dados mundiais da doença, que vem baixando.

Leia mais:

Não só o número preocupa. A incidência cresceu em um grupo de pessoas abaixo dos 50 anos, que, antes, não era considerado de risco.

Câncer entre os mais novos preocupa especialistas. Na imagem, ilustração de célula cancerígena (Imagem: Kateryna Kon/Shutterstock)

Há motivos para isso

Ao Jornal da USP, Sabbaga explica possíveis motivos para o aumento da incidência entre pessoas mais novas e a diminuição entre as mais velhas:

  • Segundo ele, historicamente, os tabagistas são o principal grupo de risco. Porém, o número cada vez menor de usuários de tabaco justifica a diminuição;
  • Do lado contrário, o que aumentou foram os índices de obesidade, algo que pode causar tumores, principalmente nas populações mais jovens;
  • Há outros fatores complementares que aumentam as chances de câncer, como sedentarismo e o uso precoce de antibióticos (este último, principalmente em casos de câncer de cólon e intestino, já que desregulam a flora intestinal).
Especialista menciona uso de antibióticos desde a infância como fator de risco da doença (Imagem: Fahroni/Shutterstock)

Consumo de carne também pode aumentar as chances de câncer

Sabbaga menciona também o consumo de carne. No início do século, a Organização Mundial da Saúde (OMS) considerou a carne processada carcinógeno tipo 1, a mesma categoria do tabagismo (que, como o especialista lembrou, aumenta o risco da doença).

A ingestão a longo prazo e em excesso, além de prender o intestino (mais um fator de risco), aumenta as chances de câncer. A solução é simples:

Evitar comer essas coisas que são carcinógenas e comer coisas que estimulem o ritmo intestinal.

Jorge Sabbaga, da Oncologia Clínica do Instituto do Câncer, em entrevista ao Jornal da USP

O post Incidência de câncer cresce entre mais jovens; veja motivos apareceu primeiro em Olhar Digital.

Facebook Comments Box

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Translate »